Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

suplemento perda de peso.

Cada vez mais as pessoas estão utilizando suplementos com a intenção de acelerar o metabolismo e assim, supostamente, garantir perda de peso. A especialista na área de nutrição esportiva doutora Tânia Rodrigues diz que os suplementos, chamados de termogênicos, podem ajudar na perda de peso, mas o mais importante é combinar a prática de exercícios com dieta adequada. A seguir, as considerações da especialista.

Quanto seria ideal perder por semana?
É importante salientar que a perda de peso ocorre sempre que o gasto energético ultrapassa a ingestão energética. Sendo assim, a combinação entre o exercício a uma dieta adequada pode remodelar o corpo, e deixá-lo esteticamente melhor e mais saudável. O ritmo de perda de peso em programas de redução de massa corporal deve ser de 0,5 kg a 1 kg por semana, devidamente aconselhados e monitorados por um profissional, através da ingestão calórica reduzida com a escolha de alimentos de baixa densidade energética e pobre em gordura.

Os suplementos ajudam a queimar mais gordura?
Estes suplementos são classificados como “termogênicos”, e são substâncias com ação estimulante que podem aumentar a temperatura corporal, durante um exercício prolongado, ocasionando uma maior queima de calorias e reduzindo o apetite. A composição química destes produtos muitas vezes contém substâncias ou nutrientes que auxiliam na metabolização de gorduras, convertendo-as em energia disponível para o nosso organismo. No entanto, modificações no estilo de vida -incluindo uma dieta equilibrada e saudável e a prática regular de atividade física – são a base do sucesso para a perda e manutenção de peso a longo prazo, já que também as evidências que comprovam a eficiência desses produtos são limitadas.


------------------------

Os suplementos aceleraram o metabolismo?.

Os suplementos aceleraram o metabolismo?
Estudos indicam que suplementos termogênicos são efetivos no aumento do gasto energético em jovens sadios. Pesquisas apontam que a efedrina isolada ou combinada com a cafeína tem um potencial significante no aumento do gasto energético.

Há efeitos colaterais?
A ingestão desses suplementos também resulta em um aumento significante da frequência cardíaca e pressão arterial, desidratação, insônia, perda de massa muscular e desequilíbrio hormonal. No Brasil, estes produtos têm venda proibida. A cafeína isolada tem venda permitida e cada indivíduo tem sua dosagem limite para evitar os efeitos colaterais.

Alguns componentes ativos, suas ações e efeitos adversos: a quitosana reduz a absorção de gordura, e a evidência disponível na literatura indica que existem consideráveis dúvidas sobre a sua eficiência na redução de peso em humanos. Efeitos adversos afetam o sistema gastrintestinal causando flatulência e obstipação. Estudos mostram que a efedrina promove uma modesta perda de peso, porém seu uso é associado com sintomas psicológicos, autonômicos, gastrintestinais e palpitações. O citrus aurantium é um extrato da laranja usado com alternativa segura em produtos para perda de peso, mas pode ter efeitos adversos sobre a saúde: contém sinefrina, que possui estrutura semelhante à epinefrina, podendo aumentar a pressão arterial. Existem poucas evidências na sua eficiência no auxílio da perda de peso, pois seu efeito só acontece com altas doses. Estudos mostram que o consumo de cafeína pode promover um aumento nas taxas metabólicas em indivíduos, aumentar a lipólise (quebra de gordura), oxidação de gordura e reduzir a quebra de glicogênio (estoque de glicose no músculo). Porém, é necessário consultar um profissional, pois o consumo de cafeína pode aumentar a pressão arterial, causar insônia e outros efeitos adversos no sistema gastrointestinal.


-------------------------

Burn Out Black – Probiótica.

Burn Out Black – Probiótica
Lançado pela renomadíssima Probiótica o suplemento alimentar Burn Out Black é um pack à base de carnitina, cromo e cafeína. Observando a bula do Burn Out Black é possível notar um mix nutricional capaz de elevar exponencialmente benefícios relativos ao processo metabólico.
Indicação: O suplemento em questão é altamente indicado a atletas cujo principal é objetivo é a redução de medidas, perda de gordura corporal e maximização do nível energético para treinos de alto
Conforme relatado o produto abordado é elaborado em Pack divididos em cápsulas distintas.

Burn Out Black Efeitos Colaterais
Teoricamente ainda não evidenciamos efeitos colaterais associados ao produto, entretanto utilizando com base as informações nutricionais do suplemento é possível afirmar que o Burn Out Black não deve ser utilizado no período noturno em decorrência da presença de cafeína.

Burn Out Black Como Tomar
Totalizando 30 packs no total o Burn Out Black Probiótica possui como sugestão de uso a utilização de um pack diariamente.

Burn Out Black Preço
O valor agregado ao produto é relativamente compatível com outros suplementos disponíveis no mercado, porém devemos levar em consideração que o componente em questão pode oferecer benefícios polivalentes, visto que o mesmo pode ser auxiliar o processo de definição muscular, emagrecimento e/ou fornecimento energético. Lembramos que os efeitos associados ao mesmo está diretamente ligado ao tipo de treino e principalmente pela dieta aderida pelo usuário.

-------------------------

SUPLEMENTAÇÃO PARA PERDA DE PESO – QUANDO VALE À PENA?.

SUPLEMENTAÇÃO PARA PERDA DE PESO – QUANDO VALE À PENA?

Texto elaborado sobre a matéria "Suplementação: aliada ou vilã?", na edição 255 da revista Corpo a Corpo

Nesta época do ano, muitas pessoas recorrem a suplementos alimentares com promessas milagrosas para atingir o peso desejado e entrar no tão sonhado "biquíni de lacinho". O objetivo normalmente é perder o peso "conquistado" em meses ou anos de alimentação inadequada e sedentarismo no menor prazo possível. De fato, alguns suplementos podem, sim, auxiliar neste processo – desde que utilizados corretamente, com a indicação de um profissional capacitado e associados a uma dieta adequada. No entanto, se utilizados sem orientação, eles podem trazer prejuízos não só para o seu bolso, mas também para a sua saúde.

- Eficácia
Muitos dos suplementos vendidos nas farmácias ou lojas especializadas não passaram por testes em humanos que comprovam sua eficácia. Alguns não demonstram, sequer, resultados em animais. Um exemplo é o óleo de cártamo que, apesar de ser vendido para auxiliar na perda de peso, até o momento não possui comprovação científica para este fim. Portanto, antes de comprar cápsulas com promessas milagrosas, procure se informar com profissionais se estudos científicos rigorosos comprovam os efeitos prometidos.

- Efeitos colaterais
Por mais que suplementos e fitoterápicos sejam alternativas mais "naturais", eles têm compostos ativos que alteram as reações bioquímicas do nosso organismo. Por isso, mesmo sendo "naturais", podem trazer efeitos colaterais indesejados. Muitas vezes os efeitos já foram observados em estudos; outras vezes, entretanto, ainda são desconhecidos, mas podem aparecer se o suplemento for utilizado por um período de tempo maior. Isso ocorre porque normalmente a duração dos estudos é curta demais para que os efeitos colaterais apareçam. Por isso, mesmo os suplementos já testados podem trazer prejuízos à saúde se forem utilizados por muito tempo.


---------------------------

Individualidade bioquímica.

Individualidade bioquímica
Nem todos os suplementos são eficazes para todo mundo. O excesso de peso possui diversas causas diferentes e o tratamento mais eficaz é aquele que consegue atingir a verdadeira causa do problema. Por exemplo: se o seu principal problema é a ansiedade e a vontade excessiva de comer doces, pouco adianta tomar um suplemento que aumenta a saciedade. Se o problema é o consumo excessivo de gorduras, pouco adianta tomar um suplemento que diminui a absorção de amido/carboidrato. Por isso, é essencial a avaliação de um profissional para identificar qual é a verdadeira causa do excesso de peso e fazer a escolha certa do suplemento para o seu caso.

Além disso, a suplementação deve ser dosada de acordo com as características e rotina de cada pessoa – hábitos alimentares, intensidade, horário e duração da atividade física, peso, problemas de saúde, deficiências nutricionais e histórico familiar de doenças. Caso sejam administrados da maneira incorreta, os suplementos podem ter seus efeitos anulados, ou até causar reações indesejadas. Alguns suplementos para diminuir a ansiedade, por exemplo, se tomados com alimentos proteicos terão pouco ou nenhum efeito. Outro exemplo são os termogênicos, que podem causar distúrbios do sono, dependendo do horário em que forem consumidos, ou até mesmo alterações na pressão arterial, dependendo do indivíduo. A avaliação de um profissional é essencial, portanto, para escolher não apenas o suplemento mais adequado, mas também a dose, o horário e o período adequado para o seu consumo.

- Mudança de hábitos
Pouco adianta tomar suplementos sem modificar o estilo de vida. Se tomados sem qualquer mudança na rotina alimentar e na atividade física, por mais que tragam resultados positivos, quando o suplemento é suspenso o ponteiro da balança volta a subir. Por isso, se utilizados isoladamente, sem modificações nos hábitos de vida, os suplementos não são eficazes a longo prazo.

Apesar de todas essas ressalvas, se utilizados com a orientação de um profissional capacitado e associados a um programa de re-educação alimentar e atividade física, alguns suplementos podem ser ótimos aliados para a perda de peso; especialmente quando se atinge um platô em que as mudanças na dieta e na atividade física não surtem mais tanto efeito.

Só não se esqueça que não existem fórmulas milagrosas para a perda de peso. O que existem são apenas aliados da boa e velha conhecida mudança de estilo de vida.

*Texto elaborado pela Dra. Gisele Pagliarini Silva, aluna bolsista do curso de Pós-graduação em Nutrição Clínica Funcional pela VP Consultoria Nutricional/ Divisão Ensino e Pesquisa.


------------------------------