Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

Remedio para perder peso rapido.

Remédios para Emagrecer
Os remédios para emagrecer são muito procurados por quem quer emagrecer rápido e sem esforço… Mas será que eles funcionam como prometem? Existem vários tipos de remédios para emagrecer: os suplementos para emagrecer, remédios para emagrecer sem receita médica e remédios para emagrecer com receita médica.
Dezenas de milhares de pessoas compram estes produtos para emagrecer, mas muito poucas têm resultados positivos. Antes de escolher o melhor remédio para emagrecer para você atingir o seu peso ideal com sucesso é necessário entender as razões que levam as pessoas a falhar… Mesmo com a ajuda de remédios para emagrecer.
Estas são as razões principais:
Falta de qualidade do remédio para emagrecer. Muitos remédios são suplementos alimentares de fraca qualidade que não têm efeito no emagrecimento.
Propaganda enganosa que cria expectativas inatingíveis. Somos rodeados de anúncios que prometem milagres, mas na realidade até os medicamentos para emagrecer mais potentes têm resultados muito modestos.
Nenhum remédio para emagrecer faz milagres. Até com o remédio para emagrecer mais potente (só disponível com receita médica) é necessário fazer uma reeducação alimentar e ter uma vida mais ativa.
Como Utilizar um Remédio para Emagrecer
Um remédio para emagrecer não é o suficiente para chegar ao seu peso ideal. Sem alguns ajustes na alimentação e um mínimo de exercício físico moderado torna-se impossível emagrecer de forma definitiva. Isto não se trata somente de emagrecimento, é uma questão de saúde. Uma pessoa que não é saudável vai ter mais dificuldade e maiores riscos enquanto toma remédios para emagrecer.
A alimentação é o mais importante; ao comer mais alimentos para emagrecer e ao evitar alimentos que engordam é possível perder massa gorda ao mesmo tempo em que fortalece a sua saúde. A alimentação tem um efeito importante no humor e na motivação – quando você come bem, sente-se bem; quando você come mal, sente-se mal. O bem estar, a vitalidade e o bom humor tornam você numa pessoa mais feliz e relaxada e também aumentam a motivação e a vontade de ter um corpo saudável e bonito.
No que toca a exercício físico bastam algumas caminhadas por semana. Mexer as pernas e apanhar ar puro é algo que toda a gente pode fazer. Este exercício de baixa intensidade não requer esforço, mas tem efeitos muito positivos no sistema endócrino e no bom funcionamento do organismo.
Um remédio para emagrecer é uma forma de acelerar e potenciar a perda massa gorda, sozinho ele é inútil.
Tipos de Remédios para Emagrecer
Existem vários tipos de remédios para emagrecer:
Suplementos para emagrecer
Remédios para emagrecer sem receita médica
Remédios para emagrecer com receita médica
Remédios para outros problemas de saúde que são utilizados para emagrecer. Um exemplo é o Victoza (liraglutide) que serve para tratar a diabetes tipo 2.
------------------------

Remédio para Emagrecer: Orlistat (Alli e Xenical).

Remédio para Emagrecer: Orlistat (Alli e Xenical)
Um dos remédios para emagrecer mais utilizados no tratamento da obesidade é o orlistat (comercializado sob o nome de Alli e Xenical). Este é único remédio para emagrecer quem é prescrito por médicos e o mais potente do mercado e mesmo assim têm resultados muito modestos.
O Alli e o Xenical têm o mesmo princípio ativo (orlistat), mas diferem nas doses. O Alli não necessita de receita médica e o Xenical necessita. Os testes realizados com estes remédios provam que o orlistat ajuda a perder peso, mas muito pouco. Após alguns anos no mercado existem cada vez mais reações adversas o que criou dúvidas sobre a sua utilização com segurança.
O orlistat é um inibidor enzimático que evita que as gorduras sejam absorvidas no intestino do paciente. Com uma dose de 120mg de orlistat por refeição é possível diminuir em 30% a absorção de gordura dos alimentos ingeridos. Os testes mostram que com esta dose a cada refeição é possível perder mais 3% de peso corpóreo do que quem não toma o remédio. Este teste foi realizado com 2 grupos; durante 4 semanas ambos faziam exercício físico e uma dieta leve e só um grupo tomou o remédio para emagrecer.
Após 4 semanas testaram o uso do medicamento por mais 52 semanas em fase de manutenção. No final do teste a média de emagrecimento para os que não tomaram o orlistat foi de 6,1kg e a perda de peso para os que tomaram o orlistat foi de 10,3kg. A diferença média entre quem tomou e quem não tomou o remédio foi de 3,9kg após 13 meses de tomar o medicamento.
-------------------------

Remédios para perder peso rápido: riscos.

Remédios para perder peso rápido: riscos
Eliminar peso com o uso de medicação pode ser extremamente prejudicial à saúde. Conheça os riscos do uso de remédios e saiba como emagrecer de maneira saudável.
A obesidade é um processo crônico, ou seja, que se desenvolve lenta e progressivamente no organismo, através do acúmulo de gordura. Geralmente o problema está associado à baixa atividade física ou aumento da ingestão calórica.
É importante deixar claro que da mesma maneira que a obesidade não se instala do dia para noite, seu tratamento também demanda tempo e disciplina, para a obtenção de resultados satisfatórios e permanentes, sem o comprometimento da saúde.

O problema é que nem todo mundo compreende ou aceita o lento processo de perda de peso saudável, e desejam resultados imediatos e com o mínimo de esforço possível. Por isso que muitas pessoas acabam recorrendo ao uso de medicamentos que prometem verdadeiros milagres na eliminação de peso, se preocupando apenas com questões estéticas e deixando de lado os prejuízos à saúde que o uso indevido de algumas substâncias pode oferecer. Conheça os riscos do uso de remédios para emagrecer.

-------------------------

Como emagrecer de forma saudável.

Como emagrecer de forma saudável

As pessoas que desejam eliminar peso e garantir mais saúde não podem se esquecer de que a luta contra o excesso de peso requer um esforço constante para superar as dificuldades, evitando que os problemas resultem em desânimo e desmotivação. É fundamental que o lado emocional do paciente seja bem trabalhado, de modo que o objetivo de perder peso não seja visto como uma meta inatingível.
Os princípios de emagrecer com saúde são fundamentados na disciplina, força de vontade e determinação. Tomar decisões por conta própria nem sempre é uma boa opção, por isso a procura por ajuda profissional, como endocrinologista e nutricionista, é essencial para fazer as melhores escolhas.
Um bom planejamento alimentar, evitando doces e dando preferência às comidas com menor quantidade energética, somado à prática regular de atividade física, é a melhor maneira de atingir a meta do peso ideal. É importante deixar claro que a restrição alimentar é por tempo limitado, até que o alvo seja atingido. A partir de então a ingestão alimentar volta ao normal, desde que a pessoa tenha aprendido como se satisfazer sem exagerar na quantidade de comida.


---------------------------

Remédios para perder peso .

Remédios para perder peso

O uso de remédios para emagrecer deve ser a última opção, restrito a uma pequena porção de pacientes que não conseguem obter resultado com a terapia nutricional e de atividade física, e correm riscos de vida, decorrentes do excesso de peso.

O fato é que não existe o milagre de perder o excesso de peso de um dia para o outro, e até mesmo quem faz uso de medicação deve colocar em prática a realização de exercício físico e educação alimentar, para garantir resultados definitivos e satisfatórios.

Conheça os principais tipos de medicamentos utilizados no tratamento da obesidade, seus efeitos colaterais e as respectivas ações no organismo:
Fórmulas de manipulação

Além dos remédios tradicionais, outro problema bastante sério são as formulações, que utilizam substâncias chamadas de "naturais", passando a falsa impressão de que são inofensivas ao organismo, enquanto que, na verdade, possuem princípios ativos que podem ser tão maléficos à saúde como no caso dos remédios comuns.

Alguns exemplos desse tipo de terapia são as anfetaminas, diuréticos, ansiolíticos, laxativos e até mesmo hormônios da tireoide. Quando o paciente interrompe seu uso, frequentemente acontece a volta do excesso de peso, de maneira rápida e perigosa, caracterizando o famoso "efeito sanfona", além de outras alterações muito comuns, como desidratação, irritação e sono excessivo.
Por isso é essencial o paciente compreender que, sem mudanças comportamentais, é impossível perder peso de forma saudável, além de que esse processo requer tempo e muita disciplina e determinação para superar todos os obstáculos, até atingir o objetivo de uma silhueta esbelta e cheia de saúde.


------------------------------