Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

Remedio de emagrecer.

NOVO REMÉDIO PARA EMAGRECER (SEM RECEITA MÉDICA)

Nos Estados Unidos, sim. Por aqui, especialistas afirmam que, embora um novo medicamento prometa uma perda de peso até 50% maior do que aconteceria só com regime, ainda assim é fundamental a indicação médica
Preocupados com o crescente aumento da obesidade e do sedentarismo, os Estados Unidos acabam de lançar mais uma arma na luta contra o excesso de peso: trata-se do remédio Alli, fabricado pela empresa farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK). Mas o que esse remédio tem de diferente? O seu trunfo está na venda: ele pode ser comprado por qualquer pessoa que deseja emagrecer, sem que ela precise de uma receita médica. De acordo com o fabricante, a aprovação da venda dessa pílula sem prescrição médica se deve ao fato de ela agir somente no intestino e não ter efeitos no coração ou no sistema nervoso, como algumas concorrentes.
Para que você possa entender melhor é preciso saber que o Alli tem a mesma substância ativa do Orlistat, comercializado no Brasil sob o nome de Xenical pela empresa Roche, e como conseqüência igual indicação: adultos com sobrepeso e que sigam uma dieta pobre em gorduras e calorias. Os dois medicamentos são os únicos representantes da classe das drogas consideradas inibidoras de até 30% da absorção de gordura. Ou seja, a sua atuação se dá apenas no intestino, bloqueando parte da gordura ingerida. Entre os efeitos colaterais, os mais conhecidos são os gastrointestinais (cólica e diarréia).

Mudanças de hábito

"Até com o uso do medicamento é preciso controlar a alimentação. Mesmo que se siga um regime, ainda assim se consome entre 30% a 35% de gordura. Se, além da alimentação regrada, o paciente tomar o medicamento, cerca de 10% a 12% da gordura tende a ser eliminada", explica o endocrinologista Alfredo Halpern, chefe do Grupo de Obesidade e Síndrome Metabólica, do Serviço de Endocrinologia do Hospital das Clínicas, de São Paulo.
O novo medicamento também ajuda a prevenir problemas de saúde derivados da obesidade, como diabetes, colesterol e hipertensão
"No caso de uma dosagem menor, como é a do novo medicamento Alli, ele terá menos efeitos colaterais. Mesmo assim, há pessoas que são sensíveis a determinadas substâncias, mas isso só um médico pode diagnosticar", assegura Alfredo Halpern. Eis um bom motivo para que, embora sem necessidade de ter uma receita, você visite um especialista para realizar testes preventivos e ter assistência durante o tratamento.
Para Anete Hannud Abdo, do Projeto de Atendimento ao Obeso (Prato), do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas, de São Paulo, esse medicamento específico apresenta um resultado razoável, porém o acompanhamento médico se deve também por mais um motivo: "Existem vitaminas chamadas lipossolúveis, que necessitam de gordura para ser absorvidas. Logo, dependendo do quadro clínico do paciente, ele poderá precisar de uma suplementação, como um polivitamínico, para recuperar o que foi eliminado com as fezes ou ainda partir para um outro tipo de tratamento", acrescenta a médica.
A endocrinologista lembra, porém, que a proposta do fabricante do Alli é diferente. "Ele exige do paciente uma mudança em seu estilo de vida. Não basta apenas tomar o remédio, mas mudar os hábitos alimentares, além de incluir na rotina atividade física regular. Esse remédio não é uma pílula emagrecedora, só um auxílio para o corpo absorver menos gordura, o que de fato influi no emagrecimento. Mas volto a frisar que ele é apenas um aliado na perda de peso saudável. Ainda assim, desde que indicado por um médico", assegura Anete Abdo.
------------------------

Kit completo para acompanhar resultados.

Kit completo para acompanhar resultados

A empresa GlaxoSmithKline recomendou, em comunicado divulgado à imprensa, que deve ser tomada uma cápsula do Alli, de 60 mg, três vezes ao dia, junto com as refeições, para bloquear até 25% da gordura ingerida com os alimentos. O laboratório afirma que, com a administração da pílula combinada a um estilo de vida saudável, pode-se perder 50% mais do que se conseguiria fazendo apenas dieta. Outra novidade é que o remédio para emagrecer vem acompanhado de um guia de alimentação saudável, um diário, um contador de gorduras e de calorias, cartões de informações para consultas rápidas e acesso gratuito a um plano de ação individual na internet. A empresa, que mantém filial no Brasil, ainda não tem previsão de quando o remédio poderá ser vendido no País.
-------------------------

TRATAMENTO PARA EMAGRECIMENTO INTENSIVO.

TRATAMENTO PARA EMAGRECIMENTO INTENSIVO
Existem dois tipos de obesidade: Exógena ou comum, conhecida como primária ou nutricional. E a endógena ou metabólica, conhecida também, como secundária.

De 95% a 97% dos casos de obesidade tem como causa o fator nutricional, e apenas cerca de 3% tem causas metabólicas, como doenças de ordem psíquicas, endócrinas, neurológicas e/ou induzidas por algum tipo de droga. Dentre as causas metabólicas mais conhecidas, podemos citar o hipodireoidismo, a síndrome dos ovários policísticos, o tratamento com hormônios sintéticos usados como contraceptivos ou na menopausa.
Tratamento: A Hortoclin vem ajudando pessoas com tratamentos a quebrar a progressão no aumento de peso e invertendo o ciclo de ganho para perda progressiva do sobre peso. Com base na Medicina Ortomolecular e em estudos científicos temos aprimorado métodos para tratar o problema da obesidade Exógena ou comum, conhecida como primária ou nutricional que são a grande maioria das ocorrências de obesidade.

-------------------------

O TRATAMENTO INTENSIVO É COMPOSTO COM.

O TRATAMENTO INTENSIVO É COMPOSTO COM

1- Queimador de Gordura + Bloqueador de Gordura + Supressor de Apetite
2- Regulador Digestivo
3- Instruções e Orientações
4- Teste Metabólico
5- Dieta Nutrigenômica

O Tratamento Intensivo inicia-se com o Regulador Digestivo para limpeza, regularização do trato digestivo e eliminação de líquidos, melhorando assim toda funcionalidade metabólica do organismo. Após essa fase inicial tem inicio ao uso dos emagrecedores em conjunto com as seguintes funções:

1- Queimador de Gordura: Acelera o metabolismo, promove a queima de gordura e regula o apetite.

2- Bloqueador de Gordura: Bloqueia a absorção de gordura dos alimentos antes de serem metabolizados.

3- Supressor de Apetite: Atua como supressor de apetite devido à presença relativamente alta de fenilalanina. O seu organismo retêm menos gordura, então "força" o corpo a queimar as reservas já existentes (gordura de reserva localizada), fazendo assim com que você diminua o percentual de gordura e promova o emagrecimento.

- Emagrecedores Naturais: Todos os Emagrecedores que compõe esse Tratamento Intensivo são Naturais e podem ser usados por tempo prolongado sem efeito colaterais, sem causar dependência e sem agredir a saúde. Nossa proposta aos nossos clientes é disponibilizar um tratamento eficaz com produtos naturais que não prejudicam a saúde!


---------------------------

Orlistate: o remédio que emagrece até 8kg .

Orlistate: o remédio que emagrece até 8kg

Se só a dieta não tem sido suficiente para eliminar os quilos extras, que tal recorrer a um aliado para potencializar a perda de peso? A cápsula com orlistate (composto emagrecedor) é indicada por especialistas, tem venda/consumo aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e impede que o organismo armazene até 30% da gordura ingerida! Saiba como tomar, onde comprar e confira, ainda, um cardápio para seguir!

Descubra o orlistate

Como ele funciona?

O endocrinologista Geraldo Santana diz que "o orlistate age no tubo digestivo, inibindo as lipases gastrointestinais, que são enzimas que absorvem as gorduras". Ou seja, ele impede que o organismo armazene parte da gordura ingerida, eliminando-a pelas fezes.

Quanto?

Até 30%! Em um ano, apenas ingerindo o orlistate, você consegue perder até 10% do seu peso! Mas atenção: se almoçar e jantar alimentos gordurosos, o efeito será menor, claro. Por isso, alie o uso do medicamento a uma dieta saudável e aproveite ao máximo os benefícios da poderosa cápsula!

Aprovadíssimo!

O orlistate é o único composto emagrecedor aprovado pela Anvisa, pois a cápsula não age na circulação nem no sistema nervoso central, apenas no tubo digestivo. Daí não causar dependência química.

Efeitos colaterais

Como a gordura que não é absorvida pelo corpo acaba sendo eliminada pelas fezes, o uso do composto pode causar reações de natureza gastrointestinal. Ou seja: fezes moles, incontinência fecal, flatulência e dores abdominais. Nada agradável, é bem verdade… Mas vale salientar que, caso surjam, tais efeitos colaterais tendem a ocorrer apenas nos primeiros três dias. E diminuem sensivelmente quando as cápsulas são combinadas a uma dieta com baixa ingestão de gordura.

Contraindicações

Gestantes, mulheres amamentando, pessoas com dificuldade para absorver nutrientes, com problemas na vesícula biliar, com doença renal, com arritmia cardíaca ou quem estiver tomando qualquer medicamento com função anticoagulante.

Quanto custa?

Dois medicamentos contêm o composto. Segundo a Anvisa, é necessário receita médica para comprá-los:

LipiBlock (Germed Pharma)
Custo: varia de R$ 109* a R$ 154* (42 cápsulas) e de R$ 120,50* a R$ 265* (84 cápsulas).

Xenical (Roche)
Custo: varia de R$ 123* a R$ 166* (42 cápsulas) e de R$ 249* a R$ 294,50* (84 cápsulas).

*Preços pesquisados em março de 2011

Dica Importante

Pesquise preços e opções de pagamento. Em pesquisa feita pela reportagem da revista VIVA!, muitas farmácias parcelam o valor.

Quando e como tomar

Apesar de a bula indicar a ingestão do medicamento três vezes ao dia, o endocrinologista Geraldo Santana sugere tomar o orlistate com um copo de água ao iniciar o almoço e, mais tarde, quando começar a jantar. "No Brasil, o café da manhã tem baixo teor de gordura; por isso, o uso do orlistate apenas no almoço e no jantar já tem se mostrado suficiente", explica.

------------------------------