Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

receitas para perder peso.

QUAL A MELHOR RECEITA DE PERDA DE PESO?
Para perder peso é ideal que uma alimentação balanceada seja criada e que contenham todos os nutrientes preciso para o corpo. Perder peso não requer só boa alimentação mais esforço e dedicação, fazer dietas e quebra-las não é correto e nem o ideal, caso essa dieta estejam fazendo mal o melhor e parar com elas. A vários meios de perder peso, seja numa academia ou com dietas que podem fazer efeito e as que não podem fazer efeito, existem dietas de todas as formas as dietas da lua, da sopa, do alho, do tipo sanguíneo, e muito mais, há também pessoas que retiram algumas refeições o que não é recomendável por nenhum especialista como por exemplo fica sem tomar café da manhã e sem jantar, ficando só com um almoço e um lanchinho no meio da tarde, alguns também tomam remédios para emagrecer, cada um procura uma forma diferente de emagrecer, conforme seu tempo e seu bolso.

Perder peso pode ser fácil para algumas pessoas e para outras podem ser mais dificéis, por isso cada pessoa seguem á dieta de uma forma. Para perder peso com saúde e não ficar com efeito sanfona que é emagrece e engorda deixando o corpo com uma forma feia e flácida uma boa alimentação é a mais adequada e receitada por nutricionista, quem se alimenta bem têm mais chances de ter boa saúde, ter menos risco de ter doenças e um corpo bonito, mas não é só comer bem que irá emagrecer, existem uma série de coisas que se podem fazer para melhores resultados.

Uma receita muito boa, é deve-se evitar certos alimentos que contribuem para ganho de gorduras, celulites e até mesmo o aumento de peso como refrigerantes, salgados, doces, massas, sal em excesso e vários outros. È importante evitar porque eles são inibidores de gorduras e para emagrecer é fundamental evitar qualquer coisa que faça engordar mais. À pratica de exercícios físicos é um dos aspectos que contribuem para melhor resultado, além de ajudar a emagrecer, ajuda também á definir o corpo e até mesmo podendo reduzir um pouco de gordurinhas.

Devem ser feitas cinco refeições ao dia sendo eles café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde e janta, num período de 3 em 3 horas, fazendo dessa forma estará se alimentando bem e comendo em poucas quantidades, o certo é comer frutas, verduras, legumes alimentos que contenham todos os nutrientes preciso, comendo de tudo e em pouca quantidade. Uma mastigação é um dos fatores principais pois mastigando devagar ajudam o organismo á digerir a comida e o metabolismo se tornando mais rápido. Beber bastante liquido durante o dia e a noite, á água além de ser sinonimo de saúde é sinonimo também de beleza pois ela deixa á pele e o corpo mais hidratado.

Colocando todos esses aspectos em prática é necessário um acompanhamento de um especialista. È importante que na alimentação contenha ferro, carboidrato, vitaminas, fibras, minerais, protéinas e muitas outras. Tendo todas elas no seu dia-a -dia terá então uma alimentação rica. Evite dietas que seja pobre em nutrientes elas além de não fazer bem, quando o periodo da dieta termina, se ganha o peso novamente. è recomendável pelos nutricionista e personal trainer que uma alimentação balaceada é o primeito fator importante para se obter qualquer resultado.
------------------------

Chá para controlar a compulsão por comida e perder peso.

Chá para controlar a compulsão por comida e perder peso
Confira a receita de chá indicada pelo fitoterapeuta André Resende para controlar a compulsão por comida e ainda perder peso
Ingredientes

1 litro de água + as seguintes ervas:
- Java
- Garcínia
- Hibisco
- Mulungú
- Passiflora
- Dente-de-Leão
- Erva de São-João

Modo de fazer:
Ferva o litro de água e, depois, coloque um punhado de mão de cada erva. Tampe e desligue o fogo. Coe após 20 minutos. Tome 1 xícara, 5 vezes por dia, durante 45 dias.

O poder de cada erva
Java: é indicada no combate à obesidade por seu efeito "corta-apetite", que ajuda no emagrecimento.

Garcínia: possui agentes bloqueadores de gordura (inibindo seu armazenamento), tem a capacidade de transferir as calorias para formar glicogênio (uma forma de açúcar armazenada nos músculos e no fígado) e ainda reduz e controla o apetite, auxiliando a perda de peso.

Hibisco: rico em vitamina C, é utilizado principalmente como hipertensivo e redutor de colesterol. Atua também como diurético, anti-inflamatório, analgésico, expectorante, digestivo e em doenças do fígado, além de fortalecer o sistema imunológico. É contra-indicado para quem tem doenças cardíacas graves.

Mulungú: é usada como antioxidante, para equilibrar e acalmar os nervos e para tonificar, equilibrar e fortalecer o fígado, além de ajudar a regular os ritmos cardíacos e estabilizar o sistema nervoso central. A erva pode causar sonolência e é contra-indicada para quem toma medicamentos para reduzir a pressão arterial.

Passiflora: mais conhecida por seu fruto, o maracujá, possui ações relaxantes, anti-depressivas e analgésicas. Ajuda a combater o nervosismo, a ansiedade, a depressão, dificuldades de concentração e até a TPM. A planta também induz o sono e o relaxamento muscular.

Dente-de-Leão: é usado no combate a doenças crônicas hepáticas, artrite e diabetes, e estimulante das glândulas linfáticas. É conhecida ainda como erva cardíaca e anti-inflamatória.

Erva de São-João: costuma agir como antidepressivo ou calmante natural, sendo também indicada para alguns casos de enxaqueca.


-------------------------

Pessoas acima do peso podem viver mais do que as magras, diz estudo.

Pessoas acima do peso podem viver mais do que as magras, diz estudo
A preocupação com a saúde costuma passar pela balança, mas pesquisadores afirmam que magreza nem sempre é sinônimo de uma vida longa. De acordo com a revisão de mais de cem estudos da área, publicada no Journal of the American Medical Association, quem está acima do peso pode apresentar expectativa de vida acima do esperado, quando comparado a pessoas magras.

Sobrepeso não diminui expectativa de vida
Através do cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal), os cientistas determinaram em que patamar os voluntários se encontravam em relação ao peso. Este índice avalia o percentual de gordura no corpo do indivíduo. Os resultados apontaram que os mais gordinhos apresentam 6% menos chances de morrer até o final do estudo, em comparação aos voluntários de peso normal.

Calcule aqui o seu IMC

Este não é o primeiro estudo a sugerir que o sobrepeso pode significar uma vida mais longe. Uma pesquisa da Toronto's York University sugere que permanecer acima do peso pode ser melhor do que estar constantemente em dieta. Os cientistas analisaram milhares de voluntários e concluíram que uma em cada três pessoas gordnhas era perfeitamente saudável, apresentando apenas ligeiros problemas de saúde.

Pessoas acima do peso podem ser menos propensas a problemas cardíacos
Ao contrário da imagem que costuma ser divulgada, os pesquisadores afirmam que pessoas acima do peso não são mais propensas a morrer de repente. Na verdade, os pesquisadores acreditam que eles apresentem menos risco cardíaco quando comparado a voluntários com peso normal.

-------------------------

Dietas da moda: saiba onde mora o perigo.

Dietas da moda: saiba onde mora o perigo
Dietas pobres em determinados nutrientes podem fazer mal à saúde
Dieta dos pontos, da USP, Detox. São tantas opções para emagrecer! Mas será que as dietas da moda são saudáveis? De acordo com as nutricionistas Carla Yamashita e Karin Sedó Sarkis, autoras do livro "Alimentação Saudável" (Editora Elsevier, 146 páginas, R$39,90), "o primeiro ponto importante para quem não deseja ser enganado pela informação sedutora, mas nem sempre confiável sobre nutrição, é saber que nenhum alimento sozinho faz milagre. Cada um tem suas qualidades e é necessário que haja harmonia entre eles".

Alimentação saudável emagrece e protege a saúde
As autoras destacam a importância de uma alimentação variada – que não costuma ser o forte de dietas restritivas e radicais. "Pessoas que seguem uma alimentação saudável são mais resistentes a infecções, têm mais disposição e equilíbrio. De acordo com o Ministério da Saúde, alimentação saudável é aquela que apresenta o consumo de vários tipos de alimentos, que fornecem diferentes nutrientes necessários ao organismo", completam.

A nutricionista Rosane França alerta para cardápios radicais e restritivos. "Algumas dietas sobrecarregam órgãos, como fígado e rins ou são desaconselhadas para quem sofre de colesterol alto. A carência nutricional ainda pode causar anemia, osteoporose, entre outras doenças. Sendo assim, seguir uma dieta restritiva por muito tempo e sem orientação de profissional especializado pode causar sérios danos à saúde", explica a profissional.

A seguir, confira uma lista preparada pela nutricionista Rosane França com o conceito das principais dietas da moda e os possíveis riscos para a saúde:


---------------------------

Limpar a casa por dez minutos é suficiente para perder peso.

Limpar a casa por dez minutos é suficiente para perder peso
A falta de tempo não é mais desculpa para não se exercitar. De acordo com um estudo da Universidade de Boston, dez minutos de exercícios é tudo que você precisa para ver a diferença na balança e saúde. E isso não significa que você precisa fazer matrícula na academia mais próxima. Fazer faxina na casa ou ir a pé para o trabalho já são suficientes para ajudar a emagrecer e reduzir as taxas de colesterol. Segundo os pesquisadores, cortar grama e pescar ainda podem reduzir o risco cardíaco.

Exercícios de curta duração causam impacto positivo na saúde
Para chegar a estas conclusões, os pesquisadores analisaram mais de 2.100 voluntários enquanto praticavam exercícios. Entre eles, mais da metade estava acima do peso. Eles usaram um aparelho chamado acelerômetro, que permitiu acompanhar toda a evolução da atividade. Os resultados mostraram que, em comparação àqueles que não praticaram nenhum tipo de exercício, todos os que praticaram atividades curtas apresentaram menor peso e colesterol reduzido. Entre as atividades estão caminhada, faxina, natação, limpeza da garagem e outras práticas do dia a dia.

Clique aqui e calcule o seu IMC

A atividade física de curta duração também representou impacto positivo sobre os fatores cardiovasculares nas mulheres, prevenindo doenças do coração. Nos homens ele também existe, mas em menor escala. De forma geral, praticar dez minutos de atividades intensas produziu os mesmos efeitos benéficos sobre a saúde e o peso dos voluntários quando em comparação a exercícios de longa duração.

Recomendação semanal de atividade física não foi alterada
Para os cientistas, o estudo pode funcionar como um incentivo para quem acredita que não tem tempo suficiente para praticar exercícios. Apesar da descoberta, a recomendação dos especialistas continua sendo de duas horas e trinta minutos de exercícios por semana para homens e mulheres


------------------------------