Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

Perda de peso rapida.

Nutróloga recomenda alimentos que saciam para emagrecer; veja lista
São os chamados alimentos sacietógenos, que dão saciedade, ricos em fibras solúveis que se dissolvem na água. Exemplos: banana e abacate.
Basta o sol aparecer forte e recomeça o velho dilema: de um lado, as tentações da boa mesa, a falta de tempo para uma rotina saudável e todas aquelas outras desculpas para justificar os quilinhos a mais. Do outro, o sonho da silhueta ideal - de preferência, magra. Uma batalha que parece não ter fim para homens e mulheres. Aliás, que mulher já não tentou alguma dieta com promessa milagrosa pelo menos uma vez na vida?
Simone Dionisio, professora do Ensino Básico em Piracicaba, interior de São Paulo, tentou de tudo. "Até tomar água oxigenada quente de manhã em jejum eu cheguei a tomar", revela. "E dieta da lua e do grão de arroz, de pôr grão de arroz na água. Da berinjela com laranja também. E não passei mal, mas também não emagreci um grama."
O estômago de Simone com certeza sofreu até ela descobrir uma forma menos intragável e mais eficiente para emagrecer, como vamos mostrar mais para frente.
O cardápio é extenso. Nós temos em frente várias opções. Difícil é escolher o quê levar para casa. Será que existem alimentos que fazem bem à saúde e ainda ajudam você a perder peso? Pode ser esse o segredo das novas dietas: fazer da comida uma aliada da balança, transformar as refeições em estratégias para emagrecer.
Para a nutróloga Jane Corona, a regra é não abusar do que engorda e rever alguns conceitos.
"A maioria das pessoas geralmente se preocupa com calorias. Isso é um erro alimentar, porque muitas vezes você escolhe um alimento pouco calórico, mas que não dá saciedade. O importante para quem realmente quer perder peso é consumir aquele alimento que a digestão é mais demorada. A pessoa fica mais tempo sem fome", explica.
São os chamados alimentos sacietógenos, que dão saciedade, ricos em fibras solúveis que se dissolvem na água. Exemplos: banana e abacate, uma dupla com muitas calorias, mas que, segundo a pesquisadora, pode e deve fazer parte de uma dieta.
"Um quarto de abacate com uma banana, perfeito para de manhã, você fica até a hora do almoço sem fome", garante Jane.
Os alimentos que saciam também devem ser usados nas refeições principais. Quem gosta, deve abusar de cebola na comida, um alimento que tem bastante fibra e que dá muita saciedade. Outra sugestão da nutróloga é fazer uma salada de pepino com cebola, dois ingredientes que tiram a fome. Para o fim do dia, outra receita com muita fibra capaz de conter a nossa gula.
------------------------

Regimes e dietas: dicas e truques para emagrecer sem sofrer e ter uma alimentação saudável.

Regimes e dietas: dicas e truques para emagrecer sem sofrer e ter uma alimentação saudável.
O Perigo da Rápida Perda de Peso

Especialistas acham que não é seguro perder mais do que um a dois quilos por semana.

Se o excesso de gordura promove cálculos biliares, a solução lógica é perder peso. Mas há um paradoxo nisso: uma das formas mais certas de estimular o aparecimento de cálculos biliares é a perda rápida de peso.

Na verdade, vários estudos mostram que a perda rápida de peso através de dietas com baixo teor de gordura e poucas calorias (abaixo de 600 calorias e menos de 3 gramas de gordura por dia) pode causar cálculos biliares em até 50% das pessoas que a almejam. O risco é maior nos indivíduos mais obesos e nos que perdem peso mais rapidamente.

Mas, segundo Steven Heymsfield, M.D., do Centro de Pesquisa sobre Obesidade do Hospital St. Lukes-Roosevelt, em Nova York, é possível superar alguns desses riscos incluindo em cada refeição 5g a 10g de gordura vegetal. Você pode acrescentar algumas colheres de chá de azeite à sua dieta diariamente.

Essa gordura é necessária para estimular a vesícula biliar a esvaziar totalmente a bílis, pelo menos uma vez por dia, retardando o aparecimento de cálculos biliares.

Segundo o Dr. Heymsfield, quando a ingestão de gordura é drasticamente reduzida, diminui a freqüência das contrações da vesícula biliar para expelir a bílis no intestino. Assim, a quantidade de bílis aumenta e pode provocar a formação de cálculos biliares.
-------------------------

Por que a perda de peso rápida pode deixar o corpo flácido?

Por que a perda de peso rápida pode deixar o corpo flácido?
Quando a gente emagrece, costuma perder massa gorda (tecido adiposo) e também massa magra (principalmente músculos e ossos). Isso é normal. Parte do músculo de quem está acima do peso está justamente para sustentar os quilinhos a mais. "Porém, quando a dieta é muito restritiva e rígida e a perda de peso é muito rápida, a flacidez aparece, pois nessa situação perde-se muita massa magra", explica Marcio Mancini, endocrinologista e chefe do Grupo de Obesidade do Hospital das Clínicas da FM-USP, em entrevista à revista WOMEN´S HEALTH.

Qual é o segredo para evitar isso? O médico indica seguir sempre uma dieta balanceada, sem exageros ou radicalismos. Assim, a perda gradual de peso evitará a tão indesejada flacidez.

Inclua também no seu cardápio alimentos com colágeno. Ao consumi-lo com frequência, a elasticidade da pele aumenta. Você encontra em carnes magras, leite e derivados, leguminosas como o feijão e a ervilha. Você ainda pode adquiri-lo em farmácias e lojas de produtos naturais em cápsulas ou em pó. Mais uma dica: use também cremes à base de colágeno na pele.

Outra forma de evitar a flacidez é praticar atividades físicas, como exercícios aeróbios (caminhadas, corridas, pedaladas ou natação) e de resistência, como a musculação. Você ficará magra, sequinha e em forma.

-------------------------

Perda de peso rápido com dietas saudáveis

Perda de peso rápido com dietas saudáveis
Para perder peso rápido e de forma saudável e preciso que escolha uma boa dieta alimentar e pratique exercícios físicos para o emagrecimento saudável não existe ainda uma formula mágica, o indicado é uma reeducação alimentar e exercícios físicos, para o resultado esperado pode se demorar um pouco para ser atingindo, mas é possível com força de vontade e determinação deixando de lado a vida de forma sedentária.

Uma dieta saudável a base de fibras, verduras, e pequenas quantidades de massas pode levar a uma grande perca de peso de forma saudável, conciliada com uma pratica constante de exercício físicos tornando uma forma saudável de viver e evitando problemas de saúde adquiridos pelo ganho de peso como problemas de coração, pressão, colesterol alto, obesidade, diabetes.

Com grande parte da população hoje em uma linha de obesidade de risco para a saúde, temos cada vez mais necessidade de uma dieta equilibrada e saudável para uma melhora de vida o peso em excesso já é um problema de saúde publica, onde se evitando a obesidade evitamos um aumento em problemas de saúde relacionado a eles, diminuindo assim os risco de enfarto e derrame relacionados a obesidade.

A perda de peso rápido e de forma saudável deve ser acompanhada por um médico especialista em alimentação, podendo fazer uma dieta indicada para o paciente avaliando a quantidade de gordura a ser perdida que o paciente deve ter e o auxiliando durante todo o período de reeducação alimentar, fazendo exames para o acompanhamento da sua saúde durante esse período de adaptação a nova forma alimentar, podemos contar com esses médicos em hospitais públicos para uma acompanhamento de forma segura e saudável.

Para a perca de peso rápida não é preciso o uso de medicamentos, uma boa dieta alimentar e exercícios físicos são necessários para a eliminação dos quilos não desejados, com algumas semanas de mudanças nos hábitos alimentares e de exercícios já se pode ver uma diferença no corpo, não se deve transformar a vontade de perder peso ou até mesmo a necessidade em uma obsessão pois não é saudável, todos temos um peso ideal considerando a altura padrão físico não queira perder mais que a quantidade indicada por um especialista pois o baixo peso traz danos a saúde.


---------------------------

O RISCO DE EMAGRECER RÁPIDO!

O RISCO DE EMAGRECER RÁPIDO!

É difícil ter paciência quando o assunto é emagrecer, só que, nesse caso, ele é a garantia de saúde.

Ficar magra de um dia para o outro é o maior desejo de quem está acima do peso. E muita gente acaba comentendo loucuras, submetendo-se a várias dietas absurdamente rígidas, muitas vezes combinadas a inibidores de apetite, laxantes e diuréticos para conseguir chegar o mais rapidamente ao peso que considera ideal para si. Pior, ávidas por um corpo de modelo, dificilmente pensam nos problemas de saúde que o emagrecimento rápido pode acarretar. E não são poucos!

Este risco existe porque o corpo precisa de um tempo para se adaptar às mudanças de peso. Quando isso não acontece, o emagrecimento pode vir acompanhado de complicações físicas e psicológicas. Para ficar em um patamar de segurança, a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda a perda de um quilo a um quilo e meio por semana, no máximo. Mais do que isso é considerada uma situação de risco.

Até chegarem a essa conclusão,os médicos tiveram que aprender errando. Na década de 60 e início dos anos 70, eles prescreviam dietas de baixíssimas calorias (cerca de 400) por longo tempo. A meta era fazer com que a pessoa perdesse cerca de 23 quilos em 76 dias (2,300 kg por semana).

Com o passar do tempo, os especialistas perceberam os problemas que essa redução acelerada causava: queda frequente da pressão, desmaios e até morte súbita. Á partir daí, as tais dietas ficaram restritas a 15 dias (como ocorre hoje em alguns spas), sendo contra indicadas para crianças, adolescentes, gestantes, pessoas com mais de 60 anos e durante o período de amamentação.

Outras complicações que a perda de peso rápida, geralmente a base de dieta alimentar desiquilibrada podem trazer serão explicitadas agora e, ao final das explicações voce vai poder concluir que quem quer continuar com saúde deve ir com calma em seu emagrecimento, investir em um processo moderado e equilibrado, que tem maiores chances de ser definitivo.


------------------------------