Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

Emagrecer perder peso.

Emagrecer e perder peso não é a mesma coisa!
Entenda qual a diferença entre os dois termos e saiba como atingir seu objetivo
Quando falamos em emagrecer as pessoas logo pensam em perder peso. No entanto, ao contrário do que todo mundo pensa, eles não são sinônimos. De acordo com o fisiologista e personal trainer, Givanildo Holanda Matias, a perda de peso está diretamente relacionada com a diminuição da massa corporal, no qual podemos ver os números da balança cada vez mais baixos.
Já o emagrecimento está relacionado apenas à redução de qualquer quantidade de gordura corporal.
Ainda não se convenceu que dá para emagrecer sem perder peso? Segundo o especialista, a principal confusão é ter uma visão equivocada, pois uma pessoa pode perder peso sem necessariamente emagrecer. "Em alguns casos pode até acontecer de reduzir o peso na balança e engordar porque a quantidade de gordura corporal ao invés de reduzir aumentou", afirma Matias que faz questão de esclarecer que, sem dúvida nenhuma, o mais saudável é emagrecer ao invés de perder peso, uma vez que é a quantidade de gordura em excesso que traz vários riscos de problemas de saúde, juntamente com um enorme desconforto estético.

Se você quer emagrecer de forma saudável, mas não sabe mais o que fazer para atingir seu objetivo, o personal trainer explica que para reduzir medidas é essencial que se pratique atividades físicas com predominância dos exercícios aeróbios onde o principal substrato energético utilizado é a gordura. Junto com essas atividades também é interessante desenvolver o trabalho muscular para fortalecer a musculatura e acima de tudo não perder a massa muscular. "Pessoas que só realizam atividade aeróbia correm o risco de junto com a gordura perder massa muscular e isso pode ser considerado como um prejuízo na maioria dos casos", aponta.

Para quem acha que passar horas a fio sem comer é o segredo para emagrecer como num passe de mágica, alguns estudos mostram que pessoas que buscam reduzir medidas apenas à base de dieta chegam a ter 50% da redução do peso vinda da perda de massa muscular, o que não é nada bom. "O mais interessante é associar uma boa alimentação e atividades aeróbias ao trabalho de fortalecimento muscular", diz Matias.
------------------------

você precisa emagrecer e comece agora sua reeducação alimentar!

você precisa emagrecer e comece agora sua reeducação alimentar!

Agora, se você já é obeso e não sabe se deve emagrecer ou perder peso, o fisiologista lembra que o foco para qualquer pessoa deve ser sempre a redução de gordura com a preservação de massa muscular. Mas, no caso de pessoas muito obesas, a redução da massa muscular não será considerada um prejuízo por um bom tempo. "Essas pessoas devem, além da dieta e das atividades aeróbias, fazer o trabalho muscular mais voltado à resistência, e principalmente, envolvendo grandes grupos musculares que trarão maior gasto energético", comenta.

Então, se você não quer perder massa muscular durante o processo de emagrecimento, Matias diz que duas coisas devem ser evitadas: "A falta do trabalho muscular como a musculação, ginástica localizada ou pilates, assim como um grande volume de treino para pouca alimentação. É comum pessoas que querem emagrecer ficarem mais de 2 horas malhando e reduzir bruscamente a ingestão de alimentos. Essa situação pode fazer o organismo usar, além da gordura, a massa muscular como fonte de energia".


-------------------------

Perder peso ou emagrecer?

Perder peso ou emagrecer?
Hoje quero falar sobre algo que muitas pessoas ainda tem dúvida, eu inclusive tinha…mas agora está tudo claro na minha mente!
O fato de emagrecer ou perder peso, aquela nóia com a balança, entre outras coisas. Recebo muitos emails de pessoas que ficam desesperadas quando a balança não abaixa, quando se sentem "empacadas", mas o que vale no final do processo não são os números e sim como você se sente e está fisicamente. Segue um artigo que explica muitissimo bem o que quero dizer:
"Existe uma grande confusão nos conceitos perder peso e emagrecer. Eles são muito diferentes, pois perder peso implica "apenas" na perda de quilos na balança. Independe do que foi perdido, se foi água, massa muscular ou gordura as pessoas estão mais preocupadas em perder peso do que emagrecer. Vendo apenas pela balança, não sabemos a qualidade do que foi perdido. Se perdemos mais água será facilmente recuperado se houver uma boa hidratação, agora, se a perda foi mais de massa muscular será prejuízo duplo.
Demora-se mais tempo para ganhá-lo novamente e o mesmo é que é o responsável pelo nosso maior ou menor gasto calórico, principalmente no repouso. Conclusão: a perda de peso baseada em perda de água e músculo é desfavorável para quem quer emagrecer; já quando perdemos gordura efetivamente, o benefício será enorme.
Quando o assunto é Corpo Humano é importante entender que ele é composto por inúmeros elementos que são divididos basicamente em massa gorda (composta por gordura essencial e gordura armazenada) e massa magra (livre de gordura: músculos, ossos, órgãos, líquidos e quaisquer outros tecidos).
Quando o peso que foi diminuído for de gordura você vai sentir sensível diferença nas suas roupas e medidas e não tanto em balança. Isto porque a gordura é menos densa (mais leve) e ocupa mais espaço. Já a massa muscular é mais densa (pesa mais) e ocupa menos espaço. Quando perdemos gordura, vai embora também um pouco de líquidos, pois juntamente com a gordura armazenamos água. Portanto, cuidado para não se iludir com balança. A perda na balança pode ser facilmente recuperada dependendo do que foi perdido".
Fonte: Sentir Bem
Estamos entendidos? Se você está treinando direitinho, fazendo bastante musculação, mantendo os aeróbicos e com uma alimentação balanceada, se desprenda um pouco da balança, se olhe no espelho e sinta as mudanças. Vale mais a gente se medir com a fita métrica do que ficar todo santo dia se pesando, afinal…massa magra pesa, e é isso que deixa a gente gostosa no final! =P. Sei que já comentei sobre isso várias vezes aqui, mas é bom esclarecer pois muita gente ainda se prende na balança!!!

-------------------------

Emagrecer e perder peso seriam sinônimos?

Emagrecer e perder peso seriam sinônimos?

A princípio, podemos pensar que sim, ou seja, emagrecer significa perder peso. Mas vamos pensar em cada um desses conceitos separadamente. A obesidade significa um acúmulo excessivo de energia no organismo na forma de gordura, ou seja, estar "gordo" significa ter excesso de gordura no organismo. A obesidade nasce da energia que foi gerada pelos alimentos ingeridos e não foi aproveitada ("queimada") pelo organismo; essa energia em excesso, conseqüentemente, vai se transformar em gordura e aumentar o peso (em gordura).
O excesso de peso, porém, pode ser gerado por vários processos, sendo o mais natural e comum o acúmulo de gordura no organismo. Exercícios que geram hipertrofia (desenvolvimento muscular) também aumentam o peso (em músculo), sem que haja acúmulo de gordura no organismo. Uma pessoa pode ser "pesada" (ter alto desenvolvimento muscular) sem estar "gorda".

Alguns problemas orgânicos e o uso de certos medicamentos podem gerar retenção de água no organismo, aumentando também o peso sem que a pessoa tenha, necessariamente, excesso de gordura. Situações assim podem ocorrer simultaneamente, ou seja, uma pessoa pode apresentar excesso de peso por ter alto desenvolvimento muscular e, ao mesmo tempo, ter excesso de gordura no organismo.

É importante frisar que o excesso de músculos normalmente não compromete a saúde, a não ser em casos de um desenvolvimento muscular exagerado e que tenha sido alcançado através de métodos não naturais, como o uso de anabolizantes (que trazem graves conseqüências a médio e longo prazo). O excesso de gordura, por sua vez, é extremamente prejudicial, predispondo o indivíduo a risco de desenvolvimento de uma série de doenças, entre elas algumas formas de câncer.

Baseado nisso, antes de se partir para a perda de peso através de dietas e exercícios, é importante que a pessoa faça uma avaliação da sua composição corporal (medidas de peso total, porcentagem de gordura, massa muscular etc), a qual lhe dirá se o seu peso está adequado para a sua altura e idade. O percentual de gordura é obtido por medição de alguns pontos (dobras cutâneas) do corpo. Essa avaliação deve ser feita por profissional competente (educador físico, nutricionista ou médico), que poderá lhe esclarecer as suas dúvidas quanto à adequação do seu peso.

Portanto, o emagrecimento ocorre quando há, realmente, perda de peso em gordura. Por isso, cuidado com dietas que prometem perda rápida de peso. A gordura é um componente importante para o seu corpo, e ele não a "queima" muito depressa. Normalmente, o que é perdido rapidamente é a água, o que também reduz o peso mas sem eliminar gordura. Isso ocorre com exercícios que geram transpiração excessiva ou dietas muito rigorosas que levam o organismo a um processo de desidratação, o que é extremamente prejudicial e perigoso. Exercícios para perda de peso (em gordura) devem ser orientados por profissional competente (educador físico), que saberá avaliar o tipo, a intensidade e duração da atividade física para promover realmente "queima" de gordura no organismo e não apenas perda de água (transpiração).

Para a perda de peso, quando o assunto é emagrecimento, a dieta adequada é um dos maiores instrumentos para se alcançar o peso desejado. Não significa passar fome ou comer só carne e verduras. Dieta significa um programa alimentar adequado para se atingir um determinado objetivo (perda de peso, controle do diabetes, redução da gordura no sangue etc); ela deve ser planejada individualmente, respeitando os hábitos alimentares de cada pessoa, seus horários de alimentação etc, e, acima de tudo, conter alimentos em quantidade e qualidade que satisfaçam todas as necessidades nutricionais do indivíduo.

Mesmo para o emagrecimento, existe um mínimo de energia que o organismo precisa receber diariamente para realizar todas as suas funções. Caso contrário, em dietas com grande restrição de alimentos, um fornecimento de energia abaixo do mínimo necessário faz com que o organismo acabe usando suas reservas musculares para repor parte das suas necessidades energéticas e proteicas, o que leva também a uma perda rápida de peso, mas em músculo e não em gordura.

A partir de tudo o que dissemos, você pode notar que o emagrecimento é um processo complexo, que exige cuidados especiais. Nunca faça dietas por conta própria ou por orientação de leigos (via jornais, revistas etc). Procure um profissional da área e faça uma dieta adequada para o seu caso. E emagreça ganhando saúde.

---------------------------

Perder peso depois dos 40 .

Perder peso depois dos 40

Perder peso depois dos 40: Porque é tão difícil e o que resulta

- Plano de 10 passos para ganhar a batalha contra o excesso de peso

À medida que os anos passam o ponteiro da balança custa mais a baixar: reduz a quantidade de comida, deixa de comer sobremesa, inscreve-se no ginásio e, apesar de tudo, o tamanho das calças sobe e o nível de energia baixa. Mas o que é que se está a passar?
A partir dos 40, em resultado do processo de envelhecimento, dão-se alterações hormonais que diminuem a taxa de crescimento das nossas células. É algo com que temos de aprender a viver.
Para além disso, muitas vezes, metabolicamente falando, há um problema médico subjacente que precisa de ser tratado antes das medidas para perder peso surtam qualquer efeito.
Aqui está um plano de 10 passos para a compreensão dos desafios que impedem a perda de peso depois dos 40 e para aprender a superá-los.

1. Conheça os novos ritmos biológicos do seu corpo – e adapte-se a eles.

Hoje em dia, quem tem mais de 40 anos enfrenta um duplo desafio: vives mais e tem acesso a comodidades que dispensam o exercício físico da nossa rotina.
Quando se trata de queimar calorias, a equação é bastante simples: o que entra ou é queimado ou fica agarrado ao corpo.
Ganhar peso é absurdamente fácil: comer apenas 100 calorias extra por dia provoca entre 9-10 kgs. a mais no final do ano. Uma lata de coca-cola contem 155 calorias, uma barra de chocolate mais de 200. É óbvio que coca-cola ou chocolate não fazem mal se corrermos ou andarmos para os queimar. Mas depois dos 40 anos, o nosso nível de actividade tende a diminuir. Portanto, o desafio é manter os dois em equilíbrio.
Olhe para o passado e visualize quando o seu peso começou a aumentar. O que falhou? Faça uma lista do que funciona para si e o que não resulta.
Os seus hábitos saudáveis no passado são os que provavelmente melhor funcionam agora.

2. Comece por eliminar disfunções metabólicas associadas ao ganho de peso

Acima dos 40, em cada 5 adultos, 1 é afectado por problemas de tiróide graves. O mais comum é o hipotireoidismo, que impede a perda de peso. A tiróide é uma pequena glândula que produz hormonas que regulam o metabolismo. Os sintomas do hipotireoidismo incluem sensação de frio, má circulação nas mãos e nos pés, mãos húmidas, cansaço e letargia, queda de cabelo, incluindo sobrancelhas, e aumento de peso – apesar das tentativas para fazer exercício físico e comer bem.

Se suspeitar de uma tiróide pouco activa, deverá junto do seu médico. Certifique-se que o resultado está dentro dos parâmetros ou, caso contrario, siga o tratamento prescrito pelo sue médico.

 

Ver mais: Perder peso depois dos 40 > Emagrecer com a Medicina Chinesa
in Clínica Meihua - Medicina Chinesa
Tudo sobre a Clínica Meihua - Especialistas em Medicina Chinesa


------------------------------