Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

Emagreça com saude.

Quer perder a barriga? Maneire na carne vermelha
É o que dá para concluir dos resultados de um estudo publicado no periódico International Journal of Obesity. A pesquisa analisou a relação entre o consumo de carne vermelha e a ocorrência de obesidade usando o índice de massa corpórea (IMC) e a medida da circunferência da cintura em americanos adultos. Só para ter uma ideia, IMC acima de 30 e cintura além de 94 centímetros para os homens e 80 centímetros para mulheres já indicam um quadro obeso.

Os cientistas recorreram a dados obtidos num trabalho realizado entre 1999 e 2004 nos Estados Unidos, o National Health and Nutrition Examination Survey. A avaliação dessas informações revelou uma associação positiva entre o consumo de carne vermelha e o maior risco de obesidade e obesidade central, o nome técnico da popular barriga de chope. Além disso, quem ingeria maiores quantidades de bifes e afins também apresentou um consumo energético diário mais elevado. Em suma, novamente a carne vermelha sai com a pecha de malvada.
------------------------

Fumar dá barriga.

Fumar dá barriga
Endocrinologista do Hospital das Clínicas alerta: acender o cigarro para emagrecer é a maior roubada
Depois de várias tentativas, enfim, você venceu o tabagismo. Parabéns! Só que, passados poucos meses, a balança e a calça que não fecha denunciam um bom aumento de peso. Será, então, que largar o vício não compensou ? - perguntam-se os ex-fumantes frustrados com os quilos a mais. Para a saúde como um todo, sem a menor sombra de dúvida foi um ótimo negócio. Já para o controle do peso... "A nicotina tem uma ação termogênica", admite Márcio Mancini, endocrinologista do Hospital das Clínicas de São Paulo e presidente da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica -www.abeso.org.br/marciomancini). "O coração bate mais rápido, respira-se mais vezes por minuto e essa aceleração metabólica produz mais calor, o que leva à queima de gordura."

Calma, não tire conclusões precipitadas e não insista no vício só porque perdeu uns quilinhos. Acredite: eles vão voltar. Pior: vão estacionar bem lá, na barriga. Isso mesmo. A gordura abdominal é implacável com a turma que vire e mexe bota o cigarro na boca. "Quem volta a fumar não deve se iludir. Tudo o que se perdeu será recuperado. E a pessoa ainda ganha todos os malefícios provocados pelas substâncias tóxicas", garante o especialista.

O que fazer? "Não dê a primeira tragada", recomenda Mancini. "E aumente a freqüência da atividade física, que também tem efeito termogênico."
-------------------------

Dicas Para Emagrecer com Saúde e Manter-se Magro.

Dicas Para Emagrecer com Saúde e Manter-se Magro (Parte 1/2)
Emagrecer lentamente pode ser desestimulante, já que não se pode ver o resultado em curto prazo. Mas então o que fazer para ter o corpo desejado?
Infelizmente, não há milagres. O emagrecimento depende de uma alimentação balanceada e exercícios físicos. Talvez essas palavras assustam, mas na seqüência você pode encontrar dicas para sua dieta se tornar mais fácil e menos sacrificante.

1. Não tenha pressa. Se estiver acima do peso, pergunte-se há quanto tempo carrega esse excesso. Então, para que eliminar peso do dia para a noite?

2. Corrija gradativamente a sua atitude em relação aos alimentos.

3. Não exclua de um dia para outro aquele alimento que só de pensar dá água na boca. Na verdade, nunca o exclua, mas saiba quando e quanto pode ingeri-lo.

4. Controle a ansiedade. Encontre uma distração ou um hobby que faça com que a sua atenção desvie da comida.

5. Estipule horários para as refeições.

6. Deixe de comer aquele doce e substitua pela fruta da sua preferência.

7. Beba muita água! Hidrate-se. Água desintoxica o organismo, ajuda no ganho de massa muscular, na perda de gordura e na eliminação das fezes. Beba de 2 a 3 litros por dia. Lembre-se: a hidratação acontece principalmente de dentro para fora.

8. Deixe o seu prato colorido. Saladas e legumes devem estar presentes diariamente no almoço e jantar.

9. Se alguém notar que está adotando novos hábitos e perguntar se está de "regime", mande um audível "não". Muitas pessoas adoram sabotar as boas intenções alheias.

10. Sem jejum: Muitas pessoas pensam que se pularem uma refeição estarão comendo menos e emagrecendo. Acorre o contrário, pois cada refeição feita após o jejum é marcada pela voracidade e assim a pessoa acaba comendo mais.

11. Não coma quando estiver cansado: Você vai querer comer rápido, não vai escolher os alimentos que realmente quer comer para ir descansar logo, então descanse primeiro ao menos 10 minutos, respire fundo, ou vá tomar banho antes de ir comer.

12. Faça atividades físicas: A adoção de atividades físicas melhora sua qualidade de vida, além de melhorar seu desempenho (no trabalho, em casa, no sexo) e ajuda a queimar as calorias que estão sobrando. Por exemplo:

• Vá a pé à padaria ou à banca de jornal;
• Levante-se da cadeira durante o trabalho ao invés de usar as rodinhas;
• Passei com o cachorro e brinque com as crianças;
• Se andar de ônibus, procure saltar um ponto antes e vá a pé ao seu destino;
• Esqueça o elevador ou as escadas rolantes e use escadas normais;
• Ao invés de sair para jantar, saia para dançar;
• Evite ficar parado o máximo de tempo que puder.

-------------------------

Benefícios do queijo na saúde dentária.

Benefícios do queijo na saúde dentária
O queijo é um alimento que além de não provocar cáries dentárias, também protege os dentes contra elas. As cáries dentárias resultam de um desgaste do esmalte do dente, chamado desmineralização, causado pelos ácidos produzidos durante a fermentação de açúcar e amido pela placa bacteriana.
Estudos científicos demonstraram que os queijos neutralizam as placas ácidas, estimulam o fluxo salivar (que tem propriedades redutoras de cáries) e reduzem a desmineralização graças ao fornecimento de proteínas, cálcio e fósforo ao organismo.
Desta forma, o queijo é um alimento que contribuí para a protecção dentária.
Resumindo, os queijos têm as seguintes características:
Protecção do esmalte.
Estimulação da saliva.
Redução da placa bacteriana.
Aumento dos níveis de cálcio na boca.
Dentro de uma alimentação racional, o queijo pode ser uma boa alternativa às guloseimas, pois para além do valor nutricional e do óptimo paladar, ainda ajuda na prevenção da cárie dentária.

---------------------------

Escreva e emagreça!.

Escreva e emagreça!
Seus maiores aliados para perder peso podem ser a caneta, o papel ou, quem sabe, o email
Novas pesquisas e um bestseller americano que acaba de ser lançado no Brasil mostram que muitas pessoas conseguem ótimos resultados na batalha contra os quilos extras com uma medida bem simples: adotando o hábito de escrever todos os dias. Escrever o quê? Bem, aí as estratégias variam. "No fundo, o que todas elas fazem é dar uma chance para o indivíduo refletir sobre o que come", diz Brian Wansink, diretor do Food and Brand Lab da Universidade Cornell, nos Estados Unidos. "Há anos investigo o que leva as pessoas a comer por impulso, sem pensar. Se alguém consegue adquirir a disciplina de escrever algumas linhas sobre seus sentimentos antes de cair de boca em um doce, por exemplo, sem dúvida ganhará um tempo precioso para refletir e talvez até desista de sabotar a dieta", diz ele a esta seção do site.

Aqui, SAÚDE reúne três caminhos que podem despertar o escritor que existe em você , baseados em pesquisas e na experiência de sucesso de leitores do livro Escreva e Emagreça, da americana Julia Cameron, publicado aqui pela Fontanar. A autora, na verdade, há mais de 25 anos se dedica a dar aulas de criatividade para artistas e redatores em Nova York. Só que, para surpresa geral, as turmas sempre saíam mais esbeltas dos cursos. Segundo Julia, "foi aí que descobri que a chave para emagrecer é conseguir se expressar e jogar para fora frustrações e pensamentos negativos. "No papel, é claro. É do seu livro que vem a primeira das três sugestões a seguir."

1. Monte uma lista de alimentos especiais
Não vale incluir qualquer comida. E, por favor, sinceridade é fundamental. Ou seja, não procure escrever o nome de alguma coisa "nutritiva e gostosa", se no ranking de suas predileções ela perde para outra, digamos, menos saudável mas alucinante para o seu paladar. Para entrar nesse seletíssimo rol, tem de ser algo realmente irresistível. Julia Cameron sugere que você se limite a escrever cinco itens. Os cinco primeiros colocados no coração e ponto. Em seguida, releia tudo e procure pensar se dá para se permitir alguns desses alimentos de vez em quando em uma dieta saudável e como isso aconteceria. Por exemplo: se você ama chocolate, pode valer muito a pena assumir essa paixão e fazer uma refeição bem leve para se presentear, depois, com um bombom, em vez de se negar esse prazer.

2. Faça um diário
Segundo um estudo do Instituto Kaiser Permanente, nos Estados Unidos, também ajuda à beça anotar em uma folha de caderno como foi o seu dia, sem omitir, é claro, aquilo que você comeu e qual foi o tempo dedicado à atividade física. Os pesquisadores acompanharam nada menos do que 1 700 pessoas, todas gorduchas, ao longo de cinco meses. Metade delas ganhou um diário e uma caneta. A outra metade ficou livre da missão de registrar o cotidiano no papel.

Todas, porém, foram orientadas a seguir uma dieta com 500 calorias a menos do que o padrão e a fazer pelo menos meia hora de ginástica por dia. No final do período da experiência, os participantes que escreveram linhas e mais linhas sobre hábitos alimentares e rotina de exercícios perderam, em média, 8 quilos. Já os integrantes do outro time só viu o ponteiro da balança baixar cerca de 4 quilos. Ou seja, quem escreveu perdeu o dobro de peso, ao pé da letra.

Para os pesquisadores, a razão é óbvia. Ao registrar no texto que o plano de emagrecimento foi seguido corretamente ao longo de 24 horas, você se sente muito mais motivado a repetir a façanha no dia seguinte. De acordo com os cientistas, escrever é ótimo até mesmo quando o sujeito derrapa na dieta e belisca aquele doce "proibido", por exemplo. A experiência de assumir a pisada na bola seria importante para evitar novos tropeços, pensam os cientistas.

3. Mande um email
A dica é de cientistas de outra universidade americana, a Cornell, preocupados porque, em seu país, 75% das pessoas que trabalham fora de casa têm o hábito de lanchar, ou melhor, beliscar tudo o quanto é guloseima na própria mesa do escritório. Essa mania, segundo eles, pode ser quebrada se o indivíduo, a cada vez que for levar um lanche à boca, disparar uma mensagem curta e grossa contando que pretende comer e o quê. Pode ser para o email de um amigo de confiança ou, melhor ainda, para si próprio, usando o seu endereço eletrônico pessoal, por exemplo. O importante é dar esse tempinho de digitar a mensagem. Afinal, bastam 15 segundos de pausa, dizem os neurocientistas da Universidade Cornell, para que o comer deixe de ser um ato inconsciente e compulsivo.


------------------------------