Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

dieta perde peso.

Conheça a dieta que promete a perda de peso definitiva
A luta contra a balança é contínua. Perder peso pode até ser fácil, mas mantê-lo é a grande questão. A solução para fugir do efeito-sanfona, na opinião do médico Cristiano Merheb, especialista em nutrologia, é a dieta metabólica, que busca emagrecimento por meio da normalização da função pancreática e produção controlada de insulina.
É que uma alimentação desregrada e excessiva em carboidratos faz com que a insulina seja produzida de maneira anormal, o que resulta no aumento das reservas de gorduras e inibição do emagrecimento. "Quando normalizamos a ação biológica do hormônio insulina, devolvemos a capacidade do corpo de queimar gorduras e o paciente passa a não ter mais dificuldade para emagrecer, ou seja, consegue um emagrecimento definitivo", disse o médico.
Ficou curioso? Então, clique na aba de fotos e confira oito dicas para manter o metabolismo equilibrado.
------------------------

Não engorde no Natal.

Não engorde no Natal
As sete normas que deve seguir esta quadra natalícia e nas restantes épocas do ano

As festas natalícias vêm aí e as tentações à mesa também.

Em vez de se arrepender depois, siga estes truques e comece já a treinar como... comer menos!

A nossa ideia não é que perca peso no início de dezembro para poder empanturrar-se à vontade durante o festival gastronómico que se avizinha.

A ideia é que, ainda antes do Natal, aprenda a controlar o seu apetite ou gula. Para que essa tarefa seja fácil, reunimos alguns truques comprovados por especialistas no campo da psicologia da alimentação. Não deu já por si a desejar secretamente que, este ano, o Natal fosse passado de forma diferente? Aqui está a sua chance. Estes são alguns conselhos que deve seguir nesta altura e nas restantes épocas do ano:

1. Mastigue devagar
Segundo um estudo japonês que envolveu cerca de 5.000 voluntários, aqueles que ingeriam as suas refeições a um ritmo rápido engordavam, em média, mais sete quilos que as pessoas que mastigavam pausadamente. Se está já a exclamar que só tem uma hora para almoçar, lembre-se que dispõe de todo o tempo que quiser para jantar. Para quê a pressa? Mastigue devagar e tenha em mente o ponteiro da balança a dar-lhe boas notícias.

2. Não coma sozinha
O segundo truque vai parecer-lhe inusitado. Mas aqui vai. Procure não fazer as refeições acompanhada por muita gente. É que o nosso instinto de sobrevivência ancestral parece ser acionado nessas situações e envia-nos sinais que dizem qualquer coisa como «se não te despachares não vai haver comida suficiente para ti. Por isso, come tudo o que puderes antes que não reste nada na travessa». Como já sabe que no Natal vai estar (bem) acompanhada, tente controlar o tal instinto de sobrevivência e seja racional.

3. Evite os buffets
Frequente restaurantes com buffet só esporadicamente. Porquê? A explicação mais óbvia é que tendemos a comer demasiado, enchendo o prato com os mais variados tipos de alimentos. Mas o nosso apetite é regulado por um mecanismo denominado «saciedade sensorial específica», o que leva a que nos sintamos saciados mais rapidamente se estivermos a comer só dois tipos de alimentos, como um bife grelhado com salada, por exemplo. A variedade, em termos de cores e de feitios, desperta-nos a vontade de comer mais.

4. Esconda os doces
Uma pesquisa conduzida pela Cornell University concluiu que afastar os doces da nossa vista é uma estratégia eficaz para não ceder à tentação. Este estudo, levado a cabo num grupo de mulheres que trabalhavam num escritório, apurou que, havendo chocolates ou bolachas à mão, as mulheres comiam cinco vezes mais do que se estes alimentos estivessem a guardados a dois metros ou mais de distância. Moral da história, guarde os doces e outros alimentos calóricos nas prateleiras mais escondidas da despensa ou do frigorífico e esqueça-se que eles existem.

5. Use pratos mais pequenos
Está estudado. Quanto maior for o prato, maior a quantidade de comida que vamos lá colocar. Arrume temporariamente o seu serviço habitual e adquira uns pratos de menor dimensão. Verá que rapidamente se vai habituar a porções mais pequenas.
-------------------------

Controlar os ataques de fome.

Controlar os ataques de fome
7 estratégias recomendadas pela fisiologista na gestão do peso Teresa Branco para dominar o apetite súbito

É à noite, quando os níveis de serotonina diminuem e o stresse se acumula, que os ataques de fome tendem a acontecer com mais frequência.

«Algumas pessoas acabam por comer compulsivamente, outras vão petiscando repetidamente», comenta Teresa Branco, fisiologista do controlo de peso, responsável pelos planos alimentares do programa de televisão «Peso pesado».

Os efeitos destes apetites súbitos dependem do comportamento adotado e do tipo de alimentos ingeridos, mas podem levar ao consumo, de uma só vez, de 2.000 calorias, o número médio de calorias que devemos ingerir ao longo de um dia inteiro. Evite-os pondo em prática estes sete passos simples:

1. Comece bem o dia
A ingestão de um bom pequeno-almoço parece contribuir para a diminuição dos ataques de fome ao longo do dia. «Para que possamos fazer um bom pequeno-almoço é necessário incluir uma peça de fruta, uma boa fonte proteica (como ovo) e uma fatia de pão de centeio», sugere Teresa Branco.

2. Prefira os alimentos mais saciantes
Tanto os alimentos proteicos como os ricos em gordura saudável dão-nos mais saciedade e ajudam a controlar a fome. «São exemplo de alimentos ricos em gordura os frutos secos, o abacate, o coco e o queijo. Fontes de proteína mais saciantes incluem queijo fresco e barras proteicas», refere a especialista.

3. Coma de três em três horas
«Desta forma evita longos períodos de jejum e previne a fome súbita», justifica a especialista. Para tal, deve fazer pelo menos cinco ou seis refeições por dia, nomeadamente pequeno-almoço, lanche a meio da manhã, almoço, lanche a meio da tarde, jantar e ceia.

4. Coma de forma inteligente
Controle a fome optando por alimentos saudáveis e pouco calóricos. «Se comer de faca e garfo conjugue alimentos ricos em gordura e em proteína magra e evite misturar hidratos de carbono com gordura. Se ingerirmos hidratos de carbono, fazemo com que a insulina se eleve e todas as calorias da gordura serão depositadas no tecido gordo corporal», explica Teresa Branco.

5. Evite o açúcar
Os alimentos açucarados ou ricos noutros hidratos de carbono são os mais procurados quando surgem os ataques de fome porque chegam mais facilmente ao cérebro. Se lhe apetecer um doce, «opte por uma peça de fruta com canela e iogurte, uma gelatina com iogurte, uma barra proteica sem açúcar ou um pedaço de chocolate negro com mais de 70 por cento de cacau», sugere Teresa Branco.

6. Encontre uma distração
Perante um ataque de fome, saia de casa ou desenvolva uma atividade que a mantenha afastada do frigorífico. «Se não resistir, pode adiantar a hora da próxima refeição», sugere a especialista.

7. Aprenda com os erros
O ideal após ter tido um ataque de fome ao qual não resistiu é aumentar a atividade física e ter pensamentos positivos como «apesar de ter tido este episódio, não o terei amanhã, porque vou fazer atividade física

-------------------------

A dieta definitiva.

A dieta definitiva
O regime alimentar que a vai ajudar a alcançar o seu peso ideal para sempre. E sem passar fome!

Desta vez é que é! Quantas vezes já o disse ao iniciar um novo regime alimentar?

E quantas desistiu antes mesmo de atingir o objetivo (o peso) definido por si? Quantas vezes já perdeu peso e voltou a ganhá-lo?

Esqueça as contas do passado. Desta vez é que é... mesmo!

Teresa Branco, a fisiologista do controlo de peso do programa de televisão «Peso pesado», elaborou um plano que lhe vai permitir perder em três semanas aqueles cinco indesejáveis quilos, que a impedem de alcançar e manter o seu peso ideal, de uma vez por todas.

A dieta certa tem de ser, segundo Teresa Branco, «uma que inclua várias refeições diárias, à base de alimentos ricos em proteína e gordura de boa qualidade e com o mínimo de açúcares que cada um de nós conseguir apreciar». Foi com base nesta definição que nasceu a dieta saber viver.

O plano
Prepare-se para perder até cinco quilos em três semanas com um plano alimentar invulgar, que a vai pôr a comer ovos estrelados ao pequeno-almoço (isso mesmo que leu) e fatias de presunto ao deitar. «Os estudos científicos mais recentes confirmam que as dietas proteicas promovem uma grande saciedade, o que permite uma maior adesão ao plano alimentar e consequente perda do peso», explica a especialista.

Pontos fortes
Para além de promover uma grande saciedade (não vai passar fome), a dieta saber viver «não é muito restritiva em hidratos de carbono (pode comer pão e chocolate) e promove uma perda de peso bastante considerável», comenta a fisiologista do controlo de peso. «É uma dieta rica em gordura de boa qualidade. Além disso, a receita com caril, os frutos silvestres e o chá verde têm outras propriedades benéficas, não só adelgaçantes como antioxidantes», sublinha a especialista.

Personalize o menu
O plano está traçado, mas a escolha é sua. Se quiser adaptar a dieta aos seus gostos alimentares, a especialista dá-lhe algumas dicas. «Caso deseje consumir um doce com mais frequência do que o sugerido prefi ra os que são à base de fruta, por serem os mais saudáveis». Se não consegue evitar os fritos «deverá consumi-los em substituição da carne ou do peixe, apenas uma vez por semana e tendo em conta que terá uma perda de peso menos rápida, ou uma vez por mês, para resultados mais céleres», explica.


---------------------------

Gisele Bündchen, Juliana Paes, Lady Gaga, Gwyneth Paltrow e Miley Cyrus são apenas algumas das celebridade.

Gisele Bündchen, Juliana Paes, Lady Gaga, Gwyneth Paltrow e Miley Cyrus são apenas algumas das celebridades que adotaram a dieta sem glúten. Umas por serem celíacas, com intolerância ao glúten, e outras simplesmente para desinchar e eliminar os quilinhos extras. A dieta até funciona, mas como qualquer outra é preciso de acompanhamento e certos cuidados.

De acordo com Tathyana Freitas, nutricionista da Clínica Stesis, a doença celíaca é uma inflamação que a pessoa pode ter no intestino delgado e que proporciona sintomas como diarreia, dor abdominal e náuseas quando ingeridos alimentos com glúten em sua composição, ou seja, que são feitos com farinhas de cereais, como o pão, bolacha, massa, pizza, biscoito, entre outros. "O glúten é a principal proteína presente no trigo, na aveia, no centeio, na cevada e no malte", diz. Ela comenta que sua importância na alimentação é muito relativa por ser uma proteína de baixo valor nutricional e não possuir todos os aminoácidos essenciais.

Visto que esses alimentos são comuns no dia a dia, ou da preferência de algumas pessoas, e são bem calóricos, quando ficam restritos na dieta, consequentemente, levam à perda de peso. O fato é que, de acordo com especialistas, a digestão do glúten é difícil. Ela acaba por distender o intestino, causando inchaço. Ao restringi-lo da alimentação, isso pode parecer a perda de peso, mas às vezes apenas são trocados alimentos, muitas vezes, industrializados por opções mais saudáveis.

Isso não significa que alimentos que não contém glúten são mais saudáveis ou menos calóricos. Muitas vezes eles podem conter poucas fibras solúveis, que contribuem para a saciedade e para a boa saúde do intestino. Portanto, a dieta sem glúten nem sempre será a solução para quem quer, simplesmente, perder peso, mas mais eficaz para aqueles que sofrem com a intolerância a essa proteína. É importante lembrar que o consumo balanceado de verduras, frutas, vegetais, aliado a uma dieta sem glúten pode ser benéfico, mas não apenas por conta da interrupção do consumo do glúten.

De tanto que o assunto virou polêmica até mesmo livros sobre o tema foram lançados. Um deles é o Glúten e Obesidade, a verdade que emagrece, de Regina Racco, que explica sobre as interferências do glúten no bom funcionamento do organismo e ensina uma dieta de oito semanas sem limitações de quantidade e nem contagem de calorias.

Thatyana alerta as mulheres em relação às dietas da moda, já que a maioria leva a erros alimentares consideráveis e nem sempre a mesma dieta pode ser benéfica para os mais variados tipos de pessoa. Segundo a nutricionista o ideal é ter um equilíbrio em relação ao consumo das proteínas, carboidratos e lipídios durante as refeições e manter o acompanhamento com um nutricionista qualificado.

Para os celíacos e adeptos dessa dieta não é preciso mais passar vontade de alguns alimentos que, normalmente, levam o glúten em sua composição. O amido de milho pode ser uma alternativa. Com isso, a Maizena indica receitas de pizza, coxinha e até bolo de chocolate, todas sem glúten para o preparo em casa.

Leia também:
Época de alcachofra: flor ajuda no emagrecimento, faz intestino funcionar e previne anemia
Barriga enxuta: perca medidas balanceando sua alimentação diárias
Cardápio detox: prepare a receita para perder peso em poucos dias

matérias relacionadas

Dr. Pierre Dukan revela os segredos da dieta que fez sucesso em todo o mundoAutor de best seller sobre dieta explica por que é tão difícil emagrecerProblema comum entre mulheres, prisão de ventre pode afetar vida sexualTorradas são tão calóricas quanto pães e estragam sua dietaCardápio detoxMédico que fez dieta da princesa Kate e de Gisele revela seus segredosAdoçantes são menos calóricos que açúcar, mas não são mais saudáveisAlimentos light podem engordarInimiga da dieta, latinha de cerveja equivale a 25g de baconVeja receitas para quem tem intolerância a glúten ou quer perder medidasEvite a fome comendo alimentos que promovem saciedade; veja quaisNutricionista francês Pierre Dukan é o mestre do emagrecimento rápidoManíacas por dietaNutricionista indica lista de alimentos capazes de curar a ressacaBebidas alcoólicas e dieta definitivamente não combinam

Mais Especiais
Astrologia | Carnaval | Dieta | Homem | Orgasmo já! | Osteoporose | Ovulação e Gravidez | Pele | Plástica e Estética | Unhas e Esmaltes | Verão
Qual dieta combina com você? Você precisa de uma repaginada? Que atividade física mais combina com você? Você está consumindo a quantidade necessária de cálcio? Você é boa de dieta? Qual é o seu tipo de beleza? Você sabe usar o filtro solar? Você sabe driblar o estresse? Você cuida corretamente da pele durante o inverno? O que você sabe sobre saúde feminina? Você sabe se cuidar no verão? Você tem tendência a ser hipocondríaca? Você sabe combater a celulite? O que você entende de futebol? Você é louca por cosméticos? Você sabe se alimentar? Como anda a sua saúde?
Fórum
alimentação amor bebida beleza bem-estar cabelo carreira casa casal casamento celebridade comida comportamento corpo de dieta dinheiro doença emagrecer emprego estilo estudo família festa filho homem investimento moda mulher namoro paixão passarela pele pesquisa receita relacionamento roupa saúde sexo tendência tesão trabalho tratamento verão vinho


------------------------------