Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

cardapio para emagrecer.

Ingredientes de um bom cardápio para emagrecer
Se você quer perder peso, existem várias opções de dietas e remédios que podem ajudá-la a conseguir os resultados desejados de maneira rápida, porém nem sempre muito saudável. Essas dietas bruscas e remédios químicos geralmente trazem uma série de efeitos colaterais que agridem nosso organismo. A melhor maneira para emagrecer com saúde é montar um cardápio para emagrecer com alimentos nutritivos e saudáveis. Veja abaixo quais são os melhores ingredientes de um bom cardápio para emagrecer bem!

Granola: repleta de fibras, que ajudam o bom funcionamento do intestino. Além disso, a granola mantém o nível de açúcar no sangue equilibrado, ajudando a combater a diabete. Uma ótima pedida para o café da manhã de um cardápio para emagrecer é misturá-la com duas colheres de mel, um pouco de canela e iogurte desnatado. Fica uma delícia!

Arroz integral: procure substituir todo o arroz da sua alimentação pelo arroz integral. Ele é muito mais nutritivo, pois mantém a película que reveste o grão, repleta de fibras, vitaminas, e os minerais que são eliminados quando o arroz é refinado. Você mantém o mesmo nível calórico, mas com muito mais nutrientes. E se você nunca acerta a mão no arroz, saiba que o arroz integral não empapa e é muito saboroso! Experimente refogá-lo com azeite, alho e alho-poró picados.

Feijão: uma leguminosa muito rica em proteínas e que não possui gordura saturada, ou seja, não é o feijão que vai fazer você se preocupar com colesterol. Varie. Existem diversos tipos – feijão branco, fradinho, bolinha, preto, carioca – e todos são muito gostosos. Fica a dica do feijão branco com mandioquinha: pode cozinhar 300 gramas de feijão branco na panela de pressão com uns 200 gramas de mandioquinha. Delicioso!

Peixes: eles são fontes abundantes de Ômega 3, uma gordura importante para o nosso organismo, pois desempenha funções importantes quanto a prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares. Além disso, são ótimos substitutos para carnes vermelhas. Um peixe bem saboroso pode ser preparado grelhado, com um fio de azeite, o suco de meio limão, salsinha e cebolinha. Um excelente acompanhamento para fazer parte do seu cardápio para emagrecer.

Tomate: além de muito nutritivo e pouco calórico, a ingestão regular de tomates está relacionada ao combate e à prevenção de diversos tipos de câncer, como o de próstata e o de estômago. Você pode comê-lo cru, em uma salada, cozido ou ainda como molho. Para fazer um molho delicioso com ele, bata o tomate no liquidificador com azeite, dois dentes de alho, uma cebola pequena e sal. Pode despejá-lo cru sobre carnes ou utilizá-lo para massas – de preferência integrais.


------------------------

A Dieta da Água mudou a minha vida .

Cardapio Para Emagrecer
Dicas nutricionais para você entrar em forma
A Dieta da Água mudou a minha vida Preciso contar a minha história. Eu sempre fui magra, esbelta, chamava a atenção dos garotos por onde andava. Meu manequim era 36, todas as calças entravam sem sofrimento e os vestidos ficavam lindos. Tudo isso até eu ir morar no interior pra fazer faculdade.

Morando fora de casa, em república, comecei a comer muito mal. Comidas instantâneas, doces, muito pão com tranqueira, coisas fáceis e práticas de fazer. Não tinha tempo para correr, fazer exercícios, sequer tinha tempo para cozinhar alguma coisa mais saudável. Resultado: 4 anos de faculdade me renderam 22 quilos a mais, um guarda roupa completamente inutilizado e a autoestima derrubada.

Tudo foi acontecendo devagar e eu não fiz nada. O estresse e a rotina dos estudos me deixaram largada, sem tomar conta de mim. Até que um dia, visitando a casa dos meus pais, meu avô, sempre brincalhão, fez uma gracinha na mesa que me fez sorrir amarelo e mudar de vida. Foi logo que sentamos à mesa. Ele vira pra minha mãe e diz assustado: "acho melhor a gente sair correndo… um urso comeu a Carol!". Todo mundo riu, inclusive eu, mas aquilo ficou machucado dentro de mim. Naquele dia mesmo eu me olhei um bom tempo no espelho e disse pra mim: isso vai mudar!

Comecei a pesquisar na internet e encontrei a dieta da água. Até o nome parecia picaretagem "dieta da água". Que absurdo. Porém, passado o preconceito inicial, li com atenção o que dizia a dieta da água e comecei a segui-la. Oito copos de água gelada todos os dias, com suco de meio limão. No começo não percebi nada mas, quando me pesei um mês depois e vi que tinha perdido 2 quilos sem fazer absolutamente mais nada de diferente, me empolguei.

Comecei a pesquisar todas essas pequenas mudanças de atitude que todo mundo pode ter que ajudam você a ser mais saudável. Comecei a descer dois pontos antes no ônibus e voltar caminhando pra casa. Fiz substituições em diversos aspectos da minha alimentação: trocar açúcar refinado pelo açúcar mascavo, substituir o creme de leite por iogurte desnatado, comprar frutas para servirem de lanchinhos no meio da tarde, em vez dos biscoitos recheados. E durante esse tempo todo continuei seguindo a dieta da água.

E o resultado foi incrível. Todos os 22 quilos que eu tinha ganhado nos quatro anos de faculdade tinham desaparecido antes do verão. Cerca de 9 meses, mais ou menos. Tudo graças ao empurrão que a dieta da água me deu para mudar os meus hábitos e a minha vida. Eu recomendo a dieta da água pra todo mundo que quer emagrecer. Mais do que isso, eu recomendo que olhem para dentro de si mesmos e entendam que só uma pessoa pode mudar a sua vida. Você mesma!


-------------------------

Fiz uma dieta rápida e consegui! E agora?

Fiz uma dieta rápida e consegui! E agora?
Você finalmente conseguiu chegou nas medidas que queria! Depois de poucos dias com bastante força de vontade, pouca comida e uma dieta rápida, você atingiu sua meta. Eliminou todos os quilinhos que desejava e vai poder abusar do biquíni no verão. Finalmente o sofrimento acabou. Mas saiba que, embora a parte mais difícil tenha ficado pra trás, a fase que começa agora requer muita, mas muita cautela. Várias pessoas conseguem os resultados com alguma dieta rápida, mas recuperam todo o peso perdido mais rápido ainda, só de voltar à alimentação normal. Não jogue o seu suor no lixo! Aproveite que você já conseguiu passar pela dieta e procure mudar sua atitude.

Uma boa ideia para esse momento é começar uma rotina de exercícios leves. Procure inserir uma caminhada no seu dia-a-dia, ou passeios de bicicleta. Corrida na esteira ou bicicleta ergométrica também são ótimas opções. Exercícios aeróbicos em geral são ótimos para evitar barriga e fazer com que você nunca mais precise de uma dieta rápida para perder quilos de uma semana para a outra. Outro ótimo exercício é a natação – melhor ainda que os anteriores pois não proporciona impacto e não agride as juntas. Mas seja qual for o exercício escolhido, sempre verifique com o seu médico quais as opções mais adequadas para você e sua saúde.

O modelo de café da manhã, almoço e jantar também pode ser alterado. Tente distribuir as calorias ingeridas por várias refeições ao longo do dia todo. Refeições mais freqüentes e menores do que as que você está habituado. Uma pequena refeição a cada três horas é o ideal para evitar sensação de fome. Refeições coloridas e variadas, com bastante vegetais crus e frutas podem ser consumidas sem culpas. Ao comer, mastigue os alimentos lentamente. Comer devagar ajuda na sensação de saciedade e evita o chamado olho gordo. Tente também mudar o preparo na cozinha: evite comer frituras, alimentos gordurosos, industrializados e refinados. Prefira pratos assados, grelhados ou cozidos.

Enfim, tenho certeza de que, por mais simples que possa ter sido esse período, você não deseja passar pela sua dieta rápida de novo. Se você já conseguiu atingir o peso que queria, cuide-se. Evite exageros e procure combater o sedentarismo, se for o seu caso. Quem mantém uma rotina saudável dificilmente precisa de dieta rápida ou lenta. E manter a forma é menos difícil do que parece: apenas requer atenção e disciplina. E se você encontrou essas duas qualidades em você para passar pela sua dieta rápida, imagino que também conseguirá encontrá-las para evitar dietas futuras.


-------------------------

Leite para Emagrecer.

Leite para Emagrecer
Você consegue se imaginar passando mais de uma semana mantendo-se basicamente à base de copos de leite? Tudo bem, a gente coloca uma fruta no seu prato de vez em quando, ou um bife grelhado, ou ainda um ovo cozido, mas bem de vez em quando. Difícil, né? Agora, e se eu dissesse que ao final de 8 dias nesse esquema você conseguisse perder mais de 5 quilos? Começou a ficar interessante? Bom, talvez você queira conhecer a dieta do leite.

A dieta do leite é um programa de emagrecimento rápido e emergencial. Com ela, a pessoa substitui as suas principais refeições por porções de leite e laticínios divididas ao longo do dia. Pode ser utilizado o leite integral, o leite de soja, o leite desnatado ou ainda outros laticínios magros, como o iogurte desnatado. É interessante que cada porção de laticínio utilizada na dieta do leite não ultrapasse o valor de 100 calorias, para que a dieta seja mais efetiva em seus resultados. Ou seja, prefira queijos brancos a queijos amarelos e procure beber leite e iogurte desnatado, pois possuem menos gorduras que os integrais.

Mas o que está por trás do sucesso da dieta do leite? Pesquisadores comprovaram que nossas células trabalham de maneira mais eficiente quando o nível de cálcio do organismo está elevado. Dessa forma elas melhoram todo o metabolismo e armazenam menos gordura no corpo. Além disso, pelo cardápio que oferece, a dieta do leite diminui bastante o nível de carboidratos, principal fonte de energia do nosso corpo. Sem carboidratos na alimentação, o organismo procura outros macronutrientes para transformar em ATP para as funções diárias – gorduras e proteínas. Isso quer dizer que, além de melhorar o metabolismo e diminuir o armazenamento de gordura, apenas com a ação do cálcio, a dieta do leite também auxilia nosso corpo a queimar gorduras que já estão presentes, reduzindo a ingestão de carboidratos. É um ataque em várias frentes aos quilinhos indesejados.

Mas a dieta do leite também não faz milagres sozinha. É preciso muita força de vontade e dedicação. Ela deve ser mantida rigorosamente por 8 dias para apresentar resultados satisfatórios. 8 dias e nada mais. Não é aconselhável manter a dieta do leite por mais tempo para conseguir resultados ainda melhores, pois a restrição de carboidratos que essa dieta propõe, se mantida por muito tempo, pode causar sintomas desagradáveis como dores de cabeça, cansaço e tontura.

Enfim, a dieta do leite é uma proposta inteligente para uma redução de peso rápida que já ajudou muita gente. Experimente você também a dieta do leite e deixe seu depoimento!


---------------------------

Dieta do sangue – o que cada um pode comer.

Dieta do sangue – o que cada um pode comer
Na dieta do sangue existe um grupo de alimentos permitidos, um grupo de alimentos neutros e um terceiro para alimentos proibidos, tudo isso para cada tipo sanguíneo que existe: O, A, B e AB.

Ela se baseia nas pequenas mudanças que cada tipo de sangue traz para o funcionamento do organismo – como exemplo, pessoas com sangue tipo A produzem menos suco gástrico que as de tipo O – e otimiza a sua alimentação para o seu corpo.

Veja abaixo o que cada um pode comer na dieta do sangue:

Dieta do sangue: tipo sanguíneo O:

GRUPO DE ALIMENTO CONSUMIR MODERAR EVITAR
Carnes bovina, carneiro, vitela, cordeiro frango e peru carne de porco e derivados como presunto e bacon
Peixes bacalhau, badejo, sardinha, linguado, salmão atum, camarão, lagosta caviar, salmão defumado, polvo
Laticínios Queijo de leite de cabra, queijo de soja mussarela, manteiga, queijo minas creme de leite, iogurte, leite (integral ou magro),
Frutas ameixa, nozes, figo, semente de abóbora noz pecãn, castanhas, avelã, pinha laranja, morango, amora, amendoim,
Verduras abóbora, brócolis, espinafre, acelga, salsa abobrinha, agrião, inhame berinjela, champignon, milho, repolho
Cereais Nenhum farelo de arroz, farinha de trigo integral aveia, trigo, cuscuz e pão branco
Outros azeite de Oliva óleo de canola óleo de milho, óleo de amendoim

Dieta do sangue: tipo sanguíneo A:

GRUPO DE ALIMENTO CONSUMIR MODERAR EVITAR
Carnes Nenhuma

frango e peru bovina, carneiro, cordeiro, pato, porco e derivados, vitela
Peixes bacalhau, salmão vermelho, salmão, sardinha, truta atum, pescada mexilhões, lagostim, salmão defumado, caviar, ostra, lagosta, camarão, caranguejo
Laticínios queijo de soja, tofu iogurte, mussarela, ricota, iogurte c/ frutas, coalhada, creme de leite, sorvete, leite, manteiga, requeijão
Frutas abacaxi, ameixa, cereja, figo, limão, amora melão, passas, pêra, maçã, morango, uva, pêssego, caqui, carambola, coco
Verduras abóbora moranga, alface romana, acelga, brócolis, cenoura, acelga, alcachofra agrião, chicória, milho, beterraba repolho, tomate, inhame, batata, berinjela, batata doce
Cereais farinhas de centeio, arroz, soja e aveia, pão de farinha de soja fubá de milho, flocos de milho, cevada Creme e germe de trigo, farinha de trigo integral, pão preto, pão integral,
Outros alho, molho de soja, missô, melaço de cana, gengibre, chá verde, café normal, vinho tinto açúcar branco, chocolate, alecrim, mostarda (seca), noz-moscada, manjericão, açúcar mascavo, orégano, canela, hortelã, salsa, sálvia alcaparras, gelatina pura, pimenta em grão, vinagre, cerveja, licor, chá preto, refrigerante

Dieta do sangue: tipo sanguíneo B:

GRUPO DE ALIMENTO CONSUMIR MODERAR EVITAR
Carnes carneiro, cordeiro, coelho, veado carne bovina, peru, vitela frango, pato, porco, presunto
Peixes bacalhau, salmão, linguado, badejo, caviar, sardinha arenque, truta, atum, lula lagosta, camarão, caranguejo, ostra, polvo
Laticínios iogurte, leite, queijo, ovos, ricota leite soja, manteiga, requeijão, leite integral queijo fundido e roquefort, sorvete com leite
Frutas abacaxi, bananas, mamão, uvas, ameixa fresca morango laranja, kiwi, passas, pêra caqui, carambola, coco
Verduras batata doce, cenoura, berinjela, beterraba, brócolis, couve, repolho abóbora, agrião, alface, acelga, aipo, cogumelos, espinafre alcachofra, azeitonas, tomate, broto de feijão, milho verde
Cereais arroz integral, aveia integral granola farinha de trigo, milho, centeio
Outros gengibre, salsa, açafrão, hortelã, pimenta, ginseng, gengibre, sálvia café, vinho branco, cerveja, chá preto, chá de amora, hortelã, camomila canela, maisena, gelatina pura, refrigerantes, bebidas destiladas

Dieta do sangue: tipo sanguíneo AB:

GRUPO DE ALIMENTO CONSUMIR MODERAR EVITAR
Carnes carneiro, coelho, cordeiro e peru faisão, fígado bovina, frango, porco, presunto e vitela
Peixes atum, bacalhau, cavala, sardinha, garoupa, truta arenque, linguado, carpa anchova, camarão, lagosta, linguado, ostra, mexilhão, siri
Laticínios coalhada, iogurte, mussarela, ricota, queijo cottage leite e queijo de soja, leite desnatado, requeijão leite integral, creme de leite, queijo parmesão, brie, provolone, roquefort, manteiga
Frutas abacaxi, ameixa, cereja, figo, limão, kiwi, uva, framboesa ameixa seca, pêra, passas, mamão, maçã, pêssego banana, caqui, goiaba, laranja, manga
Verduras aipo, alho, beterraba, berinjela, brócolis, broto de bambu, cebolinha, escarola, agrião, vagem alcachofra, milho verde, nabo, pimentão, rabanete
Cereais arroz, farinha de centeio, de trigo, aveia cevada, germe de trigo, granola farinha de cevada, de milho, cereais matinais, amido de milho
Outros curry, alho, missô, gengibre, camomila açafrão, mel, açúcar, melaço, chocolate, vinho

alcaparras, tapioca, vinagre, mel de milho, anis, maisena, malte de cevada, pimentas


------------------------------