------------------------

verduras que emagrecem

9 alimentos que emagrecem

Depois de publicar a matéria “Alimentos que ajudam emagrecer” recebi vários emails elogiando e perguntando se haveriam mais alimentos que podem entrar nesta lista contra o peso, hoje vamos dá a dica de mais 9 alimentos para você turbinar a sua dieta!

Os alimentos mostrados nesta matéria foram feitos para serem consumidos em conjunto, um só alimento da lista pode não ser tão eficaz, a dica aqui é tentar colocar em sua a alimentação todos ou o maior numero possível desses alimentos.

Tomate: alimento indispensável na dieta de quem quer perder peso e se manter saudável, o alimento mais consumido no mediterrâneo que são famosos pela sua juventude e vida longa. O tomate previne vários tipos de câncer e até mesmo o de próstata.

Pepino: Rico em muitas vitaminas ele é um alimento rico em água, ou seja, um excelente diurético. Ajuda a eliminar as toxinas do organismo e é anti-inflamatório.

Aveia: Rica em fibras este alimento pode ser consumido em flocos, ele ajuda na formação do bolo fecal auxiliando a digestão. Graças à sua riqueza em ácidos, fibra, lecitina e avenasterol, a aveia ajuda a reduzir os níveis de LDL no sangue.

Arroz integral: Este tipo de arroz é mais rico em minerais que são perdidos quando o arroz é polido, o tipo integral é rico em fibras que acaba atuando junto à aveia para melhor digestão

Feijão: É difícil falar de arroz e deixar o feijão de lado, os brasileiros têm a sorte deste habito saudável que é o consumo de arroz e feijão. Saiba que esta é a combinação perfeita em valores nutritivos.

Maçã: Esta fruta também é um ótimo diurético (saiba que os diuréticos ajudam a eliminar gordura) e combate os radicais livres, isso quer dizer, a maçã lhe mantém mais jovem e bonita.

Peixes: A gordura ômega-3 encontrada no peixe é de muita importância para a prevenção de doenças e o bom funcionamento do coração. Se for consumir carne os peixes frescos são a melhor opção e com poucas calorias.

Nozes: Rica em proteínas, vitamina E, gordura insaturada, fibras e potássio elas ajudam no emagrecimento e manutenção de peso. O seu consumo deverá ser feito com cautela pois este alimento ainda é bem calórico, 6 unidade contem uma média de 150 calorias.

Chás: são ótimos estimulantes da função renal (mais um item diurético) e ajudam a eliminar toxinas. Durante a perda de peso, o chá favorece a pouca ingestão de alimentos, diminuindo assim, as calorias totais do dia. Um ótimo chá para ser consumido é o chá verde pois ajuda na eliminação de gorduras.

Esta é uma lista com alguns alimentos que se combinados em sua alimentação lhe trará muitos benefícios e não somente a perda de peso. Está lista é longe de está completa em breve voltarei com mais uma combinação de alimentos para a sua dieta.

------------------------

Verduras e legumes que emagrecem

A princípio, verduras e legumes que emagrecem estão em toda a parte, haja vista o destaque que ambos têm nas dietas elaboradas por 11 entre 10 nutricionistas. Mas o que interessa saber é qual o papel de determinadas verduras e legumes no processo de emagrecimento. Elas, mais as frutas, são a única unanimidade entre médicos sérios que professam a perda de peso com saúde. Vamos olhá-las mais atentamente sob o microscópio de nossa curiosidade.

 

Verduras e legumes: por que inclui-los na dieta
Não adianta espernear ou dizer que o assunto é maçante; a inclusão de verduras e legumes que emagrecem na dieta é de vital importância. Nossa existência enquanto máquina depende muito do que ingerimos sob a forma de verduras, legumes e frutas, e não há uma vírgula sequer de exagero nesta afirmação. Senão vejamos.

Leia também:

Alimentos termogênicos – queimam calorias com sabor
A Dieta do Novo Estilo de Vida, ou dieta TLC
Insulina e dieta
Alimentos que devem ser evitados para que se possa emagrecer
Verduras e legumes são ricos em fibras solúveis e insolúveis, precursoras do bom funcionamento do intestino; ajudam na perfeita digestão, mantêm a flora intestinal ativa e funcional e ajuda a manter os níveis de colesterol sob controle.
Verduras e legumes são excelentes fontes da vitamina A, ou melhor, do produtor dela, os carotenoides. A vitamina A é importantíssima na regeneração celular, combatendo o envelhecimento precoce e diversos malefícios a diversos órgãos importantes, como os olhos.
A sensação de saciedade que verduras e legumes causam não causa a famosa letargia após refeições mais pesadas, principalmente por conta da rapidez com que esses alimentos são digeridos.
Substituir alimentos calóricos em refeições por verduras e legumes tem um efeito imediato na diminuição das calorias consumidas.


-------------------------

Quais as verduras e legumes que emagrecem mais?


É uma pergunta perigosa que pode dar margem a respostas inadequadas. Um dieta séria não elimina nenhum alimento importante, e exortar o consumo de verduras e legumes que emagrecer sem explicar que eles devem fazer parte da dieta, e não simplesmente SER a dieta, é o primeiro passo. O segredo é a substituição de alimentos calóricos em combinações comuns no dia a dia por verduras e legumes de forma criteriosa e inteligente. Veja alguns exemplos.

Em algumas refeições noturnas da semana, troque o arroz ou macarrão por uma sopa de legumes preparada com pouca ou nenhuma gordura. A quantidade de calorias ingerida será pífia.
Nos sanduíches, é possível substituir ovos e bacon por produtos como cebolas e cogumelos, para dar um toque crocante e picante, e parte do queijo por verduras como a alface ou a rúcula. Essa brincadeira faz com que o consumo de calorias caia bruscamente.
Capriche na salada do almoço, colorindo-a com todas as matizes possíveis encontradas na feira livre. Se a salada for o primeiro prato a ser consumido, a chance das porções dos demais alimentos ser menor, graças à saciedade causada pelas verduras e legumes, aumenta, causando menor consumo de calorias por refeição.
Muitas verduras e legumes possuem quantidades ínfimas de calorias, por isso usa-se muitas variedades na chamada dieta volumétrica, já conhecida das leitoras.
Capriche na escolha e consumo de verduras e legumes que emagrecem. Lembre-se de consumi-los frescos, pois elas deterioram-se com muita facilidade e certas propriedades nutricionais, como a quantidade de vitaminas e minerais perde-se com o murchar das folhas, tubérculos e talos.


-------------------------

Dieta de fibras, emagreça comendo fibras alimentares

Olá pessoal, depois da grande explosão da Ração Humana na internet e nos programas de televisão resolvi falar um pouco sobre as fibras alimentares, ou melhor, dieta de fibras. Aqui no Dieta na Rede por várias vezes citei que o composto da Ração Humana é basicamente fibras, vamos entender um pouco o poder dos alimentos com fibras.

Você já deve ter ouvido do seu nutricionista (ou de mim mesmo), “Coma bastantes legumes, verduras e frutas”, esta regra é sempre válida e é usada há anos por todos nós, principalmente os legumes são altamente ricos em fibras alimentares.

Normalmente os alimentos com fibras têm um baixo valor energético (calorias), e principalmente no caso dos legumes, verduras e frutas você ainda leva de brinde inúmeras vitaminas, quando ingerimos fibras em nossa alimentação fazemos os nutrientes terem uma absorção mais retardada no aparelho digestivo, sem meias palavras, você vai sentir mais alimentado e com menos vontade de sair atacando a geladeira.

Existem dois tipos básicos de fibras alimentares com funções diferentes. A fibra insolúvel normalmente encontrada no farelo de trigo, nozes e na maioria dos vegetais tem uma estrutura grossa e não se dissolve na água, este tipo de fibra tem a capacidade de aumentar o bolo fecal (sim , aqui você fica mais tempo sem sentir fome e emagrecendo). A fibra solúvel é encontrada na cevada, aveia, feijões e em algumas frutas, ao contrário da fibra insolúvel esta já se dissolve na água formando um gel no sistema digestivo, a vantagem da fibra solúvel é fazer a absorção de açúcar ser mais lenta na corrente sanguínea. Outra boa notícia é que o consumo regular de fibras solúveis diminuiu os níveis de colesterol ruim, o temido LDL.

Assim como a ração humana, as fibras seguem uma regrinha básica, devem-se consumir muitos líquidos ao longo do dia, isso evita ter o intestino preso, náuseas e certos desconfortos.

Recentemente lendo uma publicação americana sobre saúde vi que o Instituto de Medicina Americano afirmava que o consumo de fibras diário deveria ser de 38 gramas, na época discordei de tal afirmação, assim como eu outros cientistas foram mais afundo no assunto e perceberam o consumo ideal mínimo seria de 20 a 30 gramas por dia. No guia alimentar Brasileiro o consumo indicado das fibras alimentares não passam das 25 gramas.

Muita gente pode ler esta matéria e logo pensar, “nossa, mas é muito difícil consumir tanta fibra assim todos os dias”, meu caro leitor, de inicio pode até parecer complicado, mas saiba que somente dando preferência as vegetais em sua alimentação, preferindo alimentos integras, fazendo uma boa cesta de frutas e verificando se os carboidratos que você consome são ricos em fibras (olhe o valor nutricional das embalagens), já é praticamente o suficiente para que você tenha um consumo rico diário de fibras alimentares.

Para você que ficou perdido na quantidade de fibras que contem cada alimento, veja a nossa tabela de fibras dos alimentos mais comuns:

Tabela de fibras alimentares

Alimento Porção Quantidade de Fibras (g)
Lentilha cozida 1 concha (60g) 4,7
Feijão cozido 1 concha (60g) 5,1
Arroz integral cozido 1 escumadeira (112g) 3,0
Aveia em flocos 3 colheres de sopa (36g) 3,3
Ameixa 1 unidade (70g) 1,7
Pêra 1 unidade (133g) 4,0
Maçã 1 unidade (120g) 1,6
Couve refogada 1 colher grande (42g) 2,4
Tomate 1 unidade (109g) 2,5
Cenoura crua 1 colher grande (36g) 1,2
Espinafre cozido 3 colheres de sopa (60g) 1,5
No Fórum do Dieta na Rede você encontra uma tabela completa com todos os alimentos e suas quantidades de fibras alimentares, tudo que você precisa para emagrecer com saúde.

E agora, você está esperando o que? Comece hoje mesmo fazendo a sua dieta de fibras, para complementar isso tudo recomendo a você uma dieta como a Dieta Dissociada ou a Dieta dos pontos (todos encontrados aqui no Dieta na Rede).


---------------------------

Sucos e alimentos que tiram a fome e emagrecem

Não passou nem uma hora que você almoçou, mas a fome já começa a aparecer? E, quando você come, os ataques de gula são frequentes? Por isso, a solução para não bater de frente com a dieta é apostar em um prato com alimentos ricos em nutrientes com forte poder de saciedade. Isso mesmo, a ideia é retardar a sensação de fome e evitar que você fique beliscando guloseimas ao longo do dia. "Um elevado poder saciante é encontrado em alimentos ricos em proteínas, fibras e água, enquanto alimentos ricos em gordura apresentam baixa capacidade de controlar o apetite (Começar minha dieta) ", explica a nutricionista Patrícia Bertolucci.
Se a vontade de devorar o mundo é a grande inimiga da dieta, a saída é montar um cardápio repleto de comidas que enchem o estômago e ainda ajudam a eliminar os quilos extras. Logo abaixo, montamos uma lista de opções que vão muito além das verduras ricas em fibras.

Café da manhã reforçado

Para não sentir fome ao longo do dia, o ideal é saborear um café da manhã rico em nutrientes, assim não chegamos na hora do almoço querendo abocanhar tudo o que vemos pela frente.

"A mistura de uma xícara de frutas picadas coberta com um pote de iogurte light, duas colheres de sopa de granola e uma colher de sopa de geleia resulta em um sabor intenso que mata a vontade de comer doce ao longo do dia", recomenda a nutricionista Cyntia Antonaccio, da Equilibrium Consultoria."Essa mistura é rica em fibras e, além de não prejudicar o regime, ajuda a não sentir fome".

De acordo com a nutricionista Patrícia Bertolucci, é importante não deixar alguns grupos de alimentos de fora do desjejum. São eles:

Cereais integrais: prefira a versão integral dos carboidratos, que auxilia no trânsito intestinal, já que possuem mais fibras. Eles também contribuem para a saciedade, pois demoram mais para serem digeridos.

Laticínios: as proteínas presentes nos laticínios oferecem maior saciedade, pois a digestão é mais lenta, retardando o esvaziamento gástrico e, consequentemente, a fome.

Frutas: são excelentes fontes de fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes vitais para o bom funcionamento do nosso corpo. As frutas de cor alaranjada, ricas no pigmento betacaroteno, como o mamão, contém vitamina A, que é importante para manutenção da saciedade.

Vitamina poderosa

No meio da tarde ou antes do almoço, uma aliada para espantar a fome é a vitamina. Com os ingredientes certos, você aproveita todos os benefícios e garante muita saciedade. "Optar pelas vitaminas com alimentos de cor alaranjada (cenoura, laranja, mamão), também é uma ótima opção para afastar a fome. Sem contar que a vitamina A, presente nessas frutas e legumes, auxiliam o funcionamento dos pulmões e do coração, dos olhos e do sistema imunológico", explica a nutricionista Patrícia Bertolucci.

Receita de Smoothie de mamão

Ingredientes
- 1 fatia de mamão
- 3 ameixas pretas sem caroço deixadas de molho
-1 colher (sobremesa) de semente de linhaça triturada
- ½ copo de leite de soja gelado

Modo de preparo
Coloque as ameixas e a água das ameixas no liquidificador. Junte o restante dos ingredientes e bate no liquidificador. Sirva em seguida.

Almoço
Para a hora do almoço, existem diversas opções de pratos que ajudam a manter a saciedade e te livram da fome que aparece no meio da tarde.

Aposte no arroz com feijão
A dupla é aliada da dieta. O arroz possui várias vitaminas do complexo B, carboidratos, cálcio, folato e ferro. Já o feijão é um alimento rico em proteína vegetal, fibras, fonte de ferro e vitaminas do complexo B. "Ele é um tipo de amido resistente, ou seja, o carboidrato do feijão demora mais tempo para se transformar em glicose (açúcar no sangue), evitando picos de insulina e que o metabolismo fique lento". "Além do valor nutricional, a ingestão do arroz com feijão proporciona uma saciedade de longa duração, muito diferente do hambúrguer, por exemplo, que nos faz sentir empanturrados e, em pouco tempo, sentir fome", diz Patrícia Bertolucci.

Vegetais até o talo
Outra dica para deixar seu almoço farto de nutrientes, é apostar nos talos de vegetais, que ajudam a dar sustância. "Eles deixam as refeições mais completas já que apresentam um número grande de nutrientes, assim a fome demora mais para voltar. Podemos optar pelos talos de couve-flor, nabo, beterraba e adicioná-los a farofas, no cozimento do arroz e em sopas. As opções são supervariadas", diz a nutricionista Patrícia.

Uma dica para o jantar
Para que o jantar esteja equilibrado, é necessário ter um alimento de cada grupo alimentar, no entanto, consumidos em menores quantidades. "Assim, a fome não aparece no meio da noite e acordamos com o apetite controlado para o café da manhã", diz Patrícia. O jantar deve conter:
- Carboidratos (arroz integral, batata, macarrão integral)
- Leguminosas (feijão, soja, grão de bico)
- Carne (frango, carne vermelha magra, peixe)
- Verduras (alface, rúcula, agrião)
- Legumes
- Frutas (maçã, pera, uva)

Aposte nas folhas
As folhas verdes são campeãs de fibras e também contam com outra particularidade quando o assunto é saciedade. "Elas exigem muita mastigação. Este é um mecanismo fundamental para o cérebro avisar a hora certa de você parar de comer", explica Patrícia. "Não deixe de acrescentar ao seu prato alimentos ricos em fibras (alimentos integrais), que possuem baixo índice glicêmico e dão uma sensação de saciedade maior, evitando a fome alguns minutos depois do jantar", diz a nutricionista.


------------------------------