Home Emagrecimento Emagrecer? Perder Peso Dietas Receita Dieta
------------------------

Dieta termogenica.

O que é a dieta termogênica?.

Inclua alimentos termogênicos na sua dieta e emagreça. Simples assim! Mas será que dá para perder peso? Sim! A nutricionista Luana Stoduto, em entrevista à revista SOU MAIS EU, explica que esses alimentos obrigam o metabolismo a trabalhar mais no processo digestivo, aumentando a queima de gordura e de calorias no corpo.

Alguns bons exemplos de termogênicos são: chá verde, chá branco, chá mate, água gelada, água de coco, café, hortelã, cavalinha, soja, alho, cebola, pimenta vermelha, cominho, curry, canela, maçã, laranja, vinagre, folha de mostarda, aspargo, sardinha, bacalhau, salmão, anchova, cenoura, gengibre, couve e brócolis.

O melhor é que, com exceção dos chás e do café (que devem ser evitados por grávidas, lactantes, hipertensos, cardíacos e pessoas com gastrite e úlceras) –, todos os outros alimentos citados nessa listinha estão liberados em qualquer refeição.

Mas vale lembrar que esses alimentos ajudam na perda de peso, mas sozinhos não fazem milagres. Para a dieta dar certo, é importante também ter uma alimentação balanceada e saudável. Não adianta exagerar na pimenta na hora do almoço e depois cair de boca nos doces da sobremesa, né!

E preste atenção: alguns desses alimentos têm efeito estimulante e podem prejudicar o sono. Por isso, o recomendável é consumi-los na hora do almoço, ok!
------------------------

A Dieta Termogênica e o Metabolismo.

A Dieta Termogênica e o Metabolismo.

O metabolismo energético é a quantidade de quilocalorias que nosso corpo necessita para realizar as funções vitais e as atividades diárias. O metabolismo de repouso é responsável por certa de 70% do nosso gasto diário. Ele pode ser medido pelo exame calorimetria indireta. Ao comparar o resultado do exame com metabolismo de repouso esperado para as características individuais, observamos se o metabolismo da pessoa é normal, abaixo do normal, ou ainda acima do normal.

ndivíduos com metabolismo de repouso abaixo do recomendado, têm maior dificuldade em perder peso, ou seja, para emagrecer. Apesar da maior parte do metabolismo ser determinado geneticamente, existem algumas mudanças nutricionais e o estilo de vida que podem ajudar o nosso organismo a trabalhar melhor e acelerar a forma como utiliza a energia (caloria).

A atividade física atua diretamente no metabolismo. Sabe-se que a massa magra é um fator determinante de nosso metabolismo basal, pessoas que possuem maior quantidade de massa magra têm um maior gasto energético. Além de aumentar o gasto pela presença dos músculos, por si só aumenta também o percentual de atividade física relacionado

ao metabolismo. Por isso a pratica é aconselhada e de preferência com orientação de um profissional capacitado.

A composição dietética também pode auxiliar na alteração do metabolismo. As proteínas dentre os macronutrientes (lipídeos, carboidratos) são as que mais gastam energia para serem metabolizadas. Dessa maneira uma dieta com conteúdo menor em carboidratos e aumentado em proteínas, pode auxiliar no aumento do metabolismo (dieta termogênica). Essa recomendação só deve ser feita com um profissional após avaliação física prévia.

Existem alguns alimentos que precisam de mais calorias para ser digeridos que os outros, eles são denominados alimentos termogênicos. O que se sabe é que esses alimentos são responsáveis por 10% do gasto de energia. Contra indica-se o uso desses alimentos no período noturno para não prejudicar o sono, além disso, existe a recomendação individual e deve ser feita por um profissional. Alguns exemplos de alimentos termogênicos são: café, pimenta-caiana, gengibre, chá-verde, vinagre de maçã, soja.

Os intervalos regulares entre as refeições atuam diretamente no aumento do metabolismo alimentar, o contrário acontece quando permanecemos por longos períodos sem comer, pois isso ativa em nosso corpo, mecanismos de defesa que acabam estocando gorduras.

Engordar e emagrecer com freqüência não é interessante, pois ao perdermos peso perdemos também massa magra, dessa maneira acabamos reduzindo o metabolismo também, já que ele se relaciona diretamente com os músculos.

Garantir um sono regular, além de saudável pode contribuir para aumentar nosso metabolismo. No período em que dormimos, nosso organismo libera alguns hormônios responsáveis pela manutenção da magra muscular, além de oxidação de gorduras, principalmente a abdominal.

Alguns distúrbios hormonais como os da tireóide podem reduzir o metabolismo, é importante procurar tratamento médico e seguir as recomendações.

-------------------------

Plano Alimentar Termogénico.

Plano Alimentar Termogénico.


O Plano Termogénico deve ser feito em duas fases.
Na primeira, destinada a resolver a resistência à insulina causada pelo excesso de hidratos de carbono simples (os "maus") ingeridos ao longo da vida, devem consumir-se preferencialmente amplas porções de proteínas, boas gorduras e hidratos de carbono com baixo indice glicémico, como os vegetais.
Na segunda deve acrescentar gradualmente os alimentos proibidos, como o arroz, pão, batatas, cereais, fruta, chocolate, e até o vinho.

O que é a Termogénese?
Já pensou porque razão os animais que hibernam no Inverno não morrem de frio? A responsável é a termogénese, um conjunto de processos bioquímicos e metabólicos que acontece no tecido adiposo, através do qual o corpo produz e mantém a sua temperatura. Aumentar a termogénese permite queimar mais gordura durante o período de repouso, e não necessariamente durante a actividade física.

Queimar gordura mesmo em repouso?
E este é o segredo. Acelerar o metabolismo utilizando a gordura como fonte de energia permite gastar mais calorias sem aumentar o nível de actividade física. Não queremos, com isto, fazer um convite ao sedentarismo. Mas tenha em mente que, para perder apenas 1 quilo de gordura, são necessárias cerca de 4 a 6 semanas de corrida ou marcha, 3 vezes por semana, durante 40 minutos.
Mesmo para pessoas fisicamente muito activas, a actividade física representa apenas cerca de 30% do dispêndio energético diário.

-------------------------

Dieta termogênica..

Dieta termogênica.

Sopas, chá e suco que ajudam a emagrecer até 8kg por mês

Nos dias frios, dá mesmo mais vontade de comer, ainda mais se for algo gostoso e quentinho… Mas assim, os números na balança aumentam, certo? De jeito nenhum! Aposte em uma dieta com alimentos termogênicos, que aceleram o metabolismo e a temperatura interna corporal, queimando calorias. Em sopas, chás e sucos, eles acabam com a fome e ajudam a secar 8kg por mês! Experimente o cardápio preparado pelo nutrólogo Domingos Guilherme Napoli e pelo fitoterapeuta André Resende.

Sugestão de cardápio para um dia
Café da manhã
Opção 1: mingau mata-fome
Ingredientes: 1 copo de leite desnatado; 2 colheres (sopa) de aveia em flocos; 1 colher (sopa) de Superfarinha (SF-10) ou ração humana; 1 colher (café) de canela em pó; 1/2 banana
Preparo: em uma panela, leve ao fogo o leite, a aveia e mexa até engrossar. Acrescente a banana e a Superfarinha, misture, coloque em um prato e polvilhe a canela.
Opção 2: omelete especial
Ingredientes: 3 ovos; 1/2 colher (sopa) de azeite; sal a gosto; 2 colheres (sopa) de farinha de linhaça; 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado; 1 tomate picado sem semente
Preparo: bata os ovos e misture os demais ingredientes. Em uma frigideira, coloque o azeite e despeje a omelete. Frite dos dois lados, retire e sirva.
Complemente seu café da manhã com 1 xícara de café com leite desnatado
Lanche
Opção 1: 2 damascos; 2 castanhas-do-pará
Opção 2: 1 fruta
Opção 3: 1 iogurte light
Almoço
2 colheres (sopa) de arroz integral; 2 colheres (sopa) de feijão; 1 porção de verdura refogada; 1 prato de salada verde com alface, agrião, rúcula, pepino, tomate, brócolis, couve-flor, chuchu, vagem e 1 ovo cozido, temperado com 1 colher (chá) de azeite,1 colher (chá) de vinagre de maçã, 1 colher (chá) de suco de limão, sal e 1 colher (café) de gengibre ralado; 1 bife de carne magra cozida, assada ou grelhada
Lanche
2 torradas integrais; 1 fatia de queijo minas; 1 xícara de chá de casca de abacaxi com hortelã e adoçante
Jantar
Escolha entre uma das duas receitas e consuma apenas 1 prato de sopa:

---------------------------

Como aumentar a termogénese através da dieta?

Como aumentar a termogénese através da dieta?.

1 - Aumentar o consumo de proteínas.
As proteínas são os principais constituintes do nosso músculo; carências deste nutriente podem levar à degradação e destruição muscular. Dietas ricas em proteínas (especialmente as do soro do leite) e baixas em hidratos de carbono, promovem a degradação de gorduras pelo aumento da termogénese, contribuindo por isso para uma maior redução da gordura corporal, favorecendo a definição muscular.

2 - Escolha as melhores gorduras.
Todas as gorduras nas nossas dietas foram inicialmente condenadas. A realidade é que, tal como nos hidratos de carbono, existem vários tipos de gorduras. A gordura mais conhecida e mais comum nas carnes gordas e lacticínios é a gordura saturada, que é totalmente desaconselhada, tal como as gorduras trans que se encontram nas margarinas, bolachas, massas folhadas e similares. Mas existem gorduras benéficas, como as gorduras insaturadas e as polinsaturadas não hidrogenadas (não trans).

3 - Comer várias vezes ao dia.
Esta é uma regra básica para se promover a termogénese – quando comemos obrigamos o organismo a despender energia. Até cerca de 10% do que gastamos diariamente pode ser proveniente deste trabalho de digerir, absorver e metabolizar os nutrientes.

4 -Tome um bom pequeno-almoço.
"Saltar" o pequeno-almoço significa que passa mais de 12 horas sem comer. O seu organismo entende isto como um sinal de que está a passar fome e, como protecção, faz baixar o metabolismo.

5 -Depois de comer, mexa-se.
Uma pequena caminhada 10 minutos após a refeição pode efectivamente aumentar a termogénese, ajudando o seu corpo a gastar até 10% mais calorias do que o normal durante a digestão.

Como acelerar a termogénese através da dieta?
O programa Ecoclinic recomenda uma dieta em duas fases. Na primeira, destinada a resolver a resistência à insulina causada pelo excesso de hidratos de carbono simples (os "maus") ingeridos ao longo da vida, devem consumir-se preferencialmente amplas porções de proteínas, boas gorduras e hidratos de carbono com baixo indice glicémico, como os vegetais. Aconselhamos o maior número de refeições diárias possíveis (três refeições principais, lanche a meio da manhã, um a dois lanches durante a tarde e ceia). Proibidos estão o pão, o arroz, as batatas, massa, bolos, fruta, doces, bolos, bolachas, gelado ou açúcar. E ainda as bebidas alcoólicas, incluindo cerveja e vinho.
------------------------------